a carregar...

UC.PT

Divisão de Projetos e Atividades

PTDC/BIM-MET/4447/2014

PTDC


Código da Operação:
POCI-01-0145-FEDER-016784

Referência: PTDC/BIM-MET/4447/2014

Título: Crosstalk entre o tecido adiposo perivascular e os vasos sanguíneos na obesidade e diabetes tipo 2

Área Científica: Ciências da Vida e da Saúde

Síntese do Projeto:

A obesidade e a diabetes tipo 2 constituem um dos maiores problemas de saúde pública em todo o mundo. Uma das características destes distúrbios metabólicos e a diminuição da síntese e da biodisponibilidade do óxido nítrico a nível endotelial e o aumento dos níveis plasmáticos de fatores de risco cardiovascular. Os doentes diabéticos apresentam, geralmente, um compromisso do relaxamento dependente do endotélio que contribui para o aumento da morbilidade e da mortalidade e para o acréscimo dos gastos com os cuidados de saúde. Demonstramos, em estudos prévios, que a disfunção endotelial esta presente na diabetes tipo 2 na sequencia da diminuição da biodisponibilidade do oxido nítrico (Sena et al., 2008, 2011).

O crosstalk entre o tecido adiposo e os vasos sanguíneos e fulcral na homeostasia vascular e está comprometido nas doenças cardiovasculares e metabólicas como a diabetes e a obesidade. O tecido adiposo perivascular (PVAT) produz um conjunto de substancias denominadas adipocitocinas, e espécies reativas de oxigénio (ROS) que, através de mecanismos endócrinos e/ou paracrinos, contribuem para a regulação da função vascular e inflamação local.

A obesidade aumenta o PVAT e modifica o balanco da produção de adipocitocinas com consequente desenvolvimento de patologia vascular. Por este facto, os sinais do PVAT na vasculatura constituem um alvo terapêutico na disfunção vascular associada a obesidade e a diabetes.

Demonstramos, recentemente, a presença de disfunção endotelial em ratos com síndrome metabólica induzida por dieta gorda (DIO) sendo a adiponectina capaz de normalizar essa disfunção (ver resultados preliminares). Também decorrendo da nossa experiencia com um modelo animal de diabetes tipo 2, mantido normalmente no nosso laboratório (os ratos Goto-Kakizaki), propomo-nos alterar o fenótipo do PVAT associado a obesidade e diabetes, por meios farmacológicos e não farmacológicos, e estudar o seu impacto na função vascular. Utilizando, para o efeito, dois modelos animais, os ratos Goto-Kakizaki alimentados com uma dieta rica em gordura e os ratos DIO, um modelo animal de obesidade, igualmente mantidos com esta dieta. O objetivo e avaliar o impacto de duas potenciais estratégias a nível vascular e perivascular e consequentemente no desenvolvimento da disfunção endotelial e das anomalias funcionais e estruturais associadas.

Desta forma, avaliaremos, o impacto da redução do processo inflamatório: 1) na função vascular; 2) na função perivascular; 3) nos marcadores inflamatórios e de stress oxidativo sistémicos; 4) nas adipocitocinas e outros produtos do PVAT; 5) nos marcadores de stress oxidativo e inflamação bem como na NADPH oxidase, a nível da parede vascular; 6) nos níveis de eNOS e biodisponibilidade de óxido nítrico ao nível vascular; 7) nas vias de sinalização activadas pelo receptor dos produtos de glicação avançada e correlaciona-las com os níveis de adipocitocinas sistémicos e no PVAT, dimetilarginina assimétrica e níveis de stress oxidativo.

Esperamos diminuir o stress oxidativo, a inflamação e a disfunção endotelial observados nestes modelos animais, e/ou normalizar o fenótipo do PVAT.

Este e um projeto de investigação que junta um número de cientistas de diferentes áreas do conhecimento, incluindo cardiologistas, médicos, fisiologistas e biólogos e bioquímicos com conhecimentos e experiencia a nível celular e molecular, num esforço conjunto de melhor compreender uma das disfunções vasculares major associadas a obesidade e a diabetes. Este projeto envolve membros de diferentes grupos de investigação, com publicações particularmente relevantes e solidas colaborações internacionais, e providenciara as condições necessárias a formação graduada e pós-graduada.

Esta abordagem integrada e interdisciplinar pretende contribuir para o esclarecimento de novas estratégias na prevenção e no tratamento da doença vascular na síndrome metabólica e na diabetes mellitus.

Investigador Responsável: Doutora Cristina Maria Sena

Instituição Financiadora: FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Data de início: 01-07-2016

Data de conclusão: 01-07-2019

Instituições participantes no Projeto: UC

Custo total elegível (EUR): 199.512,00€

Apoio financeiro da UE: 169.585,20€

Apoio financeiro público nacional: 29.926,80€

Técnico do Projeto: Filipa Ferraz

Contacto: 239247017