Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Ricardo Raimundo Nogueira, 1746-1827

Ricardo Raimundo Nogueira nasceu no Porto a 31 de Agosto de 1746. Professor, jurista e político, formou-se na Faculdade de Leis em 1765, exercendo advocacia no Porto até Novembro de 1772, data em que é chamado à Universidade de Coimbra para fazer parte do corpo docente na reformada Faculdade de Leis, onde permanecerá até à jubilação, em 1802. Faleceu em Lisboa, a 7 de Maio de 1827. Docente da Faculdade de Leis, foi designado, em Janeiro de 1790 para reger a primeira cadeira de Instituta e, em Abril de 1795, nomeado para a regência da cadeira de Direito Pátrio.

Nomeado Bibliotecário da Livraria da Universidade, por carta régia de 13 de Março de 1798, desempenhou este cargo até Junho de 1802, altura em que foi nomeado Reitor do Real Colégio dos Nobres, em Lisboa.

Os seus interesses literários e o conhecimento de línguas europeias e, também, de latim e grego, levaram-no a traduzir as Pastorais, de Gessner (Porto, 1778) e a Poética, de Aristóteles (Lisboa, 1779) e a publicar uma monografia sobre Sintra, A Serra de Sintra (Lisboa, 1814). Na área do Direito, salientam-se as suas Prelecções de Direito Pátrio, posteriormente publicadas em O Instituto e no Jornal de Jurisprudência.

Foi Deputado da Junta da Fazenda da Universidade, Cónego Doutoral da Sé de Elvas (1788), e da Sé de Faro (1791), Deputado da Inquisição de Coimbra (1789), Censor Régio do Desembargo do Paço, Conselheiro de Estado, membro do Governo do Reino (1810) e membro da Regência do Reino (1810-1820). Foi ainda sócio da Academia Real das Ciências e do Instituto de Coimbra e cavaleiro da Ordem de S. Tiago da Espada (1772).

Bibliografia

Feio, Florêncio Mago Barreto – Memoria histórica e descriptiva acerca da Biblioteca da Universidade de Coimbra, e mais estabelecimentos annexos. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1857.

Freitas, Pedro Caridade de – Um testemunho na transição para o século XIX: Ricardo Raimundo Nogueira. Coimbra: Almedina, 2005.

Macedo, José Agostinho de – Elogio histórico do illustrissimo e excellentissimo Ricardo Raymundo Nogueira, conselheiro d’Estado. Lisboa: [s. n.], 1827.