a carregar...

UC.PT

Destaques

Em torno de Francisco Suárez

Publication date: 23-06-2017 15:53

Around Francisco Suárez

June 27th - October 2nd 2017

Francisco Suárez
  

Esta exposição serve três objetivos: receber em Coimbra os participantes no 1º Encontro Internacional Pensar o Barroco em Portugal (Porto - Coimbra, 26-28 junho 2017), homenagear e dar a conhecer um dos professores mais notáveis da Universidade de Coimbra e comemorar o quarto Centenário da sua morte.

Francisco Suárez (1548-1617) foi um dos primeiros a pensar a condição antropológica e legal da escravatura em 'De legibus' (Coimbra, 1612). No seu 'Defensio fidei Catholicae…' (Coimbra, 1613) rebateu, por conta do Papa, a formulação do direito divino dos reis que tinha sido avançada por Jaime I de Inglaterra. O livro foi queimado em Londres (e em Paris!). É considerado um mestre do direito internacional, na esteira de Francisco de Vitória e antes de Grotius.

Tendo em consideração o grande número de trabalhos publicados por Francisco Suárez, concentrámo-nos em pontos altos do pensamento teológico, jurídico e político da Segunda Escolástica, em Coimbra e em Portugal, na qual Suárez se inclui. O objetivo é sobretudo tornar clara a ideia de que em Coimbra, nos séculos XVI e XVII, a Filosofia foi muito mais do que os famosos Conimbricenses.

Biblioteca Joanina (Piso intermédio) | 27 de junho – 2 de outubro 2017

Catálogo

  


This exhibition serves three purposes: to welcome the participants in the in the 1st International Meeting Thinking the Baroque in Portugal (Porto - Coimbra, 26-28 June 2017), to honor one of the most remarkable professors in the long history of Coimbra’s university and to celebrate the IV Centenary of his death.

rancisco Suárez (1548-1617) was one of the first to object the anthropological and legal condition of slavery, in his 'De legibus' (Coimbra, 1612). His book 'Defensio fidei Catholicae…' (Coimbra, 1613) fought James Ist formulation of the king’s divine right and was therefore burned in London (and in Paris as well!). He is considered a Master of international law after Francisco de Vitória and before Grotius.

The works of Francisco Suárez alone would fill this space, so we can only show a few highlights of the theological, legal and political thought of the Second Scholasticism in Coimbra and Portugal. For Philosophy in Coimbra in the 16th and 17th centuries was much more than the well-known Conimbricenses.


Joanina Library | June 27th - October 2nd 2017