a carregar...

UC.PT

Destaques

Luís de Albuquerque: 1917 - 1992

Publication date: 09-06-2017 15:59

Luis de Alquerque
  

Luís de Albuquerque nasceu em Lisboa, no dia 6 de Março de 1917.

Fez os estudos secundários nos Liceus de José Falcão e de Júlio Henriques, em Coimbra e depois, em 1929, entrou para o Colégio Militar, em Lisboa, onde em 1934, viria a concluir o Curso Geral dos Liceus.

A partir de 1934, frequentou a Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra e a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Nesta última Faculdade obteve a Licenciatura em Matemática, em 1939 e, no ano seguinte, a Licenciatura em Engenharia Geográfica.

No ano letivo de 1940-41, tomou posse, como Segundo Assistente, na Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra, tendo depois prestado provas para o lugar de Professor no ano de 1948.

Em 1959 doutora-se com uma tese intitulada Sobre a Teoria da Aproximação Funcional.

Depois de ter beneficiado de uma bolsa do Instituto de Alta Cultura na Universidade de Göttingen, sob a direção do Prof. Konrad Jacobs, regressa a Coimbra, para dar continuidade à carreira docente no Departamento de Matemática.

Para além de ter sido um notável professor e investigador de saber profundo e abrangente, Luís de Albuquerque distinguiu-se ainda através de uma intensa atividade cívica e política.

Participou nos movimentos estudantis e intelectuais de Coimbra, envolvendo-se nas famosas tertúlias da “Brasileira”, da revista “Vértice” e frequentando regularmente a famosa casa de J. J. Cochofel (hoje Casa da Escrita), na companhia de outros vultos importantes da cultura portuguesa da época . Desenvolveu ainda uma assídua atividade literária, com especial relevo para a sua ligação à “Vértice”, na qual, além de colaborador regular, foi também secretário.

Nos finais da década de cinquenta, dedica à História muito do seu labor. Neste âmbito, viria concretamente a distinguir-se como um dos mais conceituados e fecundos historiadores dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa.

Luís de Albuquerque foi Diretor da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra de 1978 até à sua jubilação, ocorrida em 1987.

Sob a sua direção operou-se uma ampla modernização dos serviços e também das instalações. Procurou igualmente o enriquecimento dos fundos documentais da Biblioteca. Sob o seu mandato e por sua iniciativa pessoal, adquiriu-se o núcleo bibliográfico do Dr. José Vicente Gomes de Moura. Deram ainda entrada na Biblioteca diversos manuscritos, nomeadamente a Carta-portulano de Diogo Homem (ca. 1566).

Numa atitude de grande dedicação à Biblioteca que serviu, doou-lhe os seus próprios livros e manuscritos e documentos, que se encontram já devidamente catalogados e colocados na sala do terceiro piso que tem o seu nome.

Faleceu em Lisboa, a 22 de Janeiro de 1992.

Biblioteca Geral | Sala do Catálogo  | 9 de Junho a 31 de Julho de 2017

Obras em exposição