Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Martinho Lutero  (1483-1546)

Publication date: 04-01-2018 15:30

Lutero imagem
  

Martinho Lutero nasceu em Eisleben, Alemanha, a 10 de novembro de 1483, no seio de uma família de camponeses católicos.

Iniciou os estudos de latim com 5 anos, numa escola local. Aos 12, ingressou na escola de uma irmandade religiosa, em Magdeburgo. No ano de 1505, recebeu o grau de Mestre em Artes da Universidade de Erfurt. Ainda nesse mesmo ano, resolveu tornar-se monge, professando no Mosteiro Agostiniano de Erfurt.

De 1513 a 1518, ensinou Teologia Bíblica na Universidade de Wittenberg. Começaram por essa altura as suas interrogações sobre a doutrina da Igreja acerca da natureza do Pecado e dos caminhos da Salvação.

A venda de indulgências, que constituía então uma prática generalizada por parte da Igreja, levou ao veemente protesto de Lutero. Em 31 de outubro de 1517, afixa as suas famosas 95 teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, em protesto contra o que considerava ser o abuso da autoridade do Papa.

As posições de Lutero mobilizaram adeptos por toda a Alemanha e em outros países, em especial do Norte da Europa. Face a esta situação, a resposta do Papa foi uma bula ameaçando o monge agostinho de excomunhão, caso não se retratasse. Em resposta, Lutero queimou publicamente o documento papal. Foi finalmente excomungado por Leão X, a 3 de janeiro de 1521 (através da bula "Decet Romanum Pontificem").

Em junho de 1525, viria a casar com Catarina de Bora, uma ex-freira, com quem teve seis filhos (dando ainda abrigo a onze órfãos). Publicou cerca de 400 obras, incluindo sermões, tratados, catecismos, comentários bíblicos e hinos para a Igreja.

Martinho Lutero, um dos principais impulsionadores da Reforma Protestante, veio a falecer em 1546, aos 63 anos de idade, na sua cidade natal, vítima de um derrame cerebral. Foi sepultado na Igreja do Castelo de Wittenberg, precisamente no local onde, cerca de 30 anos antes, tinha afixado as suas 95 Teses.

Exposição bibliográfica | Sala do Catálogo | 4 de janeiro a 2 de fevereiro de 2018

Obras em exposição