a carregar...

UC.PT

Destaques

Exposição - "Cancioneiro de Coimbra"

Publication date: 17-04-2018 14:42

Cancioneiro de Coimbra
  

No final de 1917, por altura do Natal, era impresso na Oficina de F. França Amado, o Cancioneiro de Coimbra, reunindo um conjunto de poesias escolhidas por Afonso Lopes Vieira. O volume viria depois a público com data de 1918.

A antologia contém textos do séc. XV até ao início do séc. XX e tinha por propósito essencial o de estimular o gosto pelo que de melhor e mais constante vinha sendo produzido no âmbito da Poesia Portuguesa. No volume figuram nomes conhecidos como Gil Vicente, Camões, Bocage ou Antero de Quental, a par de outros menos presentes no cânone escolar como Brás Garcia de Mascarenhas ou Augusto Gil.

Em 2018, passam ainda 140 anos sobre o nascimento de Afonso Lopes Vieira, poeta leiriense, nascido a 26 de Janeiro de 1878, formado em Leis pela Universidade de Coimbra em 1900 e falecido em Lisboa, em 1946. Com uma vasta obra poética publicada, Afonso Lopes Vieira surge ligado ao movimento da Renascença Portuguesa (do qual fizeram parte nomes como Teixeira de Pascoais e Leonardo Coimbra), que se distinguiu por uma estética fortemente tradicionalista ou neorromântica. A ele e a outros nomes do movimento de que fez parte se devem muitas campanhas cívico-culturais destinadas à infância e ao povo, incluindo traduções e adaptações de clássicos.

Para assinalar estas duas efemérides, que dizem respeito a Coimbra e à Universidade, a Biblioteca Geral promove uma mostra bibliográfica e iconográfica.

Do Cancioneiro de Coimbra expõem-se algumas das obras originais das quais foram extraídos os poemas .

Da obra de Afonso Lopes Vieira mostram-se predominantemente as primeiras edições. Algumas dessas obras encontram-se autografadas, com dedicatórias endereçadas à própria Biblioteca Geral e a personalidades cujos espólios aqui se encontram depositados.

Sala do Catálogo | 10 de Abril a 11 de Maio de 2018 | No horário da Biblioteca

Versão digital