loading...

UC.PT

Centro de Investigação do Núcleo de Estudos e Intervenção Cognitivo-Comportamental

Questionário de Esquemas Interpessoais (QEI)

Title of the Portuguese version: Questionário de Esquemas Interpessoais 
Authors and date of the Portuguese version: J. Pinto-Gouveia & Marina Cunha, 1994
Title of the original version: Interpersonal Schemes Questionnaire (ISQ)
Authors and date of the original version: J. Safran & C. Hill, 1992
Items and dimensions assessed: O Questionário de Esquemas Interpessoais é um questionário de autorresposta que tem como objetivo avaliar as expectativas dos sujeitos acerca de como os outros significativos (mãe, pai e amigo íntimo) responderiam a uma variedade de situações interpessoais. Das antecipações dos sujeitos acerca da forma como os outros responderão é possível fazer inferências sobre as regras implícitas e estratégias utilizadas na orientação do comportamento. O questionário é construído com base no modelo interpessoal de Kiesler segundo o qual todo o comportamento pode ser definido em função das dimensões de Controlo e Afiliação. É formado por quatro subescalas referentes ao tipo de situação que representam: Dominância, Submissão, Amistosidade e Hostilidade. O questionário permite obter 3 índices gerais de resposta referentes ao Controlo e Afiliação esperados nas diversas situações e a Desejabilidade de resposta. Cada uma destas dimensões pode ainda ser analisada em função da Figura (Mãe, Pai ou Amigo) e em função do tipo de Situação (Dominância, Submissão, Amistosidade, Hostilidade) originando, assim, diversos índices parciais.

Bibliographic references of the Portuguese and the original versions: 

- Safran, J., & Hill, C. (1989). The  Interpersonal Schemes Questionnaire. Manuscrito não publicado.
- Safran, J. D. & Segal, Z. (1990). Interpersonal process in cognitive therapy. N. Y.: Basic Books.
- Pinto-Gouveia, J., Cunha, M., & Robalo, M. (1997). Avaliação de esquemas interpessoais: a versão portuguesa do Questionário de Esquemas Interpessoais de Safran e Hill. Psychologica, 17, 105-127.

Contacts of the Portuguese version Authors: José Pinto-Gouveia (jpgouveia@fpce.uc.pt), Marina Cunha (marina_cunha@ismt.pt)