Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO
VERSÃO BETA

Curriculum vitae

Diogo Manuel Rosa Mateus

Licenciatura em Engenharia Civil, em 1993. Mestrado em Engenharia Civil, na especialidade de Ciências da Construção (acústica), em 1998. Doutoramento em Engenharia Civil, especialidade de Construções (acústica), em 2004. Professor Auxiliar no Departamento de Engenharia Civil (DEC) da Universidade de Coimbra, em regime sem exclusividade. Director Técnico de laboratório de ensaios acústico acreditado e consultor técnico e projectista nas áreas de acústica e controlo de ruído e da eficiência energética de edifícios, em actividades de extensão universitária. Membro do conselho científico da revista Construção Magazine. Perito qualificado e formador de peritos da ADENE (Agência para a Energia). Especialista em Engenharia Acústica da Ordem dos Engenheiros.

Na área cientifica, é autor de uma tese de mestrado, intitulada “Avaliação de características acústicas em envidraçados correntes”, uma tese de doutoramento, intitulada “Isolamento acústico de elementos de compartimentação leves em edifícios”, e cerca de 50 artigos científicos e/ou técnicos, publicados em revistas ou em actas de congressos, nacionais e internacionais. Na componente pedagógico, foi responsável ou leccionou cerca de dez disciplinas diferentes, na área de construções, no DEC da Universidade de Coimbra, entre 1994 e 2011, uma disciplina de pós-graduação na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (2009/2010), dezenas de aulas ou módulos na área da acústica, como convidado, em várias instituições superiores de ensino, e cerca de 15 cursos de formação, entre 2007 e 2011, na área da acústica, promovidos por organizações profissionais. Na componente técnica, é autor e responsável por várias centenas de trabalhos de consultadoria e projecto, peritagens e medições acústicas. Entre os trabalhos de projecto, destacam-se os projectos de condicionamento acústico de: 16 escolas secundárias, no âmbito do Programa de Modernização das Escolas Destinado ao Ensino Secundário (da Parque Escolar, fases 1, 2 e 3); 4 escolas de música e cerca de 15 salas de espectáculos com mais de 400 lugares sentados.

Investigação
Perfil docente