Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Projeto de I&D STOP

Decorreu na manhã do dia 19 de julho de 2019, no CTCV o Workshop do Projeto de I&D STOP - Seguranças Robóticos Cooperativos co-promovido pelo ISR/DEEC.
22 julho

Decorreu na manhã do dia 19 de julho de 2019, no CTCV - Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro, o Workshop do Projeto de I&D STOP - Seguranças Robóticos Cooperativos. Estando o projeto na sua fase final de execução, os desenvolvimentos técnicos e científicos do mesmo foram apresentados pelos seus investigadores no Workshop. O Prof. Doutor Rui P. Rocha, docente do DEEC e investigador do ISR-Universidade de Coimbra foi um dos oradores do evento, com uma apresentação intitulada "Avaliação da situação: robôs móveis que identificam automaticamente situações anómalas". Entre os participantes do Workshop estiveram altos quadros de potenciais "end users" da tecnologia desenvolvida, incluindo os grupos Auchan Retail e Securitas.

Para além de assistirem às apresentações, os participantes no Workshop puderam visitar o demonstrador do sistema robótico autónomo para patrulhamento e vigilância automática de edifícios, desenvolvido no âmbito do projecto STOP, que esteve em demonstração e exibição contínua durante 100 horas consecutivas, entre 15 e 19 de julho de 2019, no CTCV. O sistema é baseado em 3 robôs móveis autónomos de vigilância, desenvolvidos e programados pelos investigadores do projeto STOP para responderem especificamente aos requisitos de aplicações reais de vigilância de edifícios. Os robôs são capazes de patrulhar automaticamente um edifício, percepcionar através dos seus sensores o ambiente, e localizar e reportar para uma central eventuais anomalias detetadas, tais como presença de pessoas não autorizadas, portas indevidamente abertas, etc. Para além da navegação e operação autónoma e robusta em missões de longa duração -- os robôs têm a capacidade de parar e carregar autonomamente as baterias sempre que for necessário --, coordenam de forma distribuída as ações de forma a optimizar a cobertura do edifício, e são capazes de percepcionar automaticamente a presença de pessoas e o estado de objetos estáticos.

O projeto STOP é co-financiado pela Agência Nacional de Inovação e o programa Portugal2020, com a ref.ª CENTRO-01-0247-FEDER-017562. A empresa Ingeniarius é o coordenador e promotor principal do projeto STOP, sendo também co-promotores do projeto o Instituto de Sistemas e Robótica - Universidade de Coimbra e o CTCV. O investigador principal do projeto na Universidade de Coimbra é o Prof. Doutor Rui P. Rocha.