Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO
Destaque

Arquitetura de controlo de um robô para aplicações de fabrico aditivo

Um artigo da autoria de J. Norberto Pires, o seu aluno de Mestrado Filipe Ribeiro e um colaborador internacional Amin Azar publica um extenso estudo que permitiu investigar e realizar uma arquitetura de controlo de robôs manipuladores para aplicações de fabrico aditivo.
26 março
AM Task
AM Task
© J. Norberto Pires

Acabou de ser publicado, em EARLYCITE, um artigo que publica um extenso estudo que permitiu investigar e realizar uma arquitetura de controlo de robôs manipuladores para aplicações de fabrico aditivo. O estudo, realizado no Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Coimbra por uma equipa liderada por J. Norberto Pires e que inclui o aluno de mestrado Filipe Ribeiro (dissertação de mestrado avaliada com 19 valores) e o investigador Amin S. Azar do instituto norueguês SINTEF, foi publicado pela Revista científica “Industrial Robot”, podendo ser encontrado no link abaixo:

https://www.emeraldinsight.com/doi/full/10.1108/IR-11-2018-0226

Recentemente, as tecnologias de fabrico aditivo (AM) transformaram-se num método de produção predominante em muitas indústrias. A adoção de novos cenários de produção levou à necessidade de desenvolvimentos interdisciplinares ao combinar vários campos, como materiais, robótica e programação de computadores. Este artigo tem como objetivo descrever uma solução inovadora para a implementação de simulação robótica para experimentos de AM usando uma célula de robô, que é controlada por meio de uma aplicação de controle de sistema (SCA).

Para este propósito, a emulação das tarefas de AM foi executada criando uma estação de trabalho no software RoboDK, que é responsável pela administração automática de tarefas aditivas. Isso é feito interpretando o gcode do ambiente do software Slic3r. Posteriormente, todo o SCA e interface gráfica de usuário relevante (GUI) foram desenvolvidos em Python para controlar as tarefas de AM do ambiente de software RoboDK. Como um recurso extra, o Slic3r foi incorporado ao SCA para permitir a geração de gcode automaticamente, sem usar a interface de usuário original do software. Em suma, este trabalho adiciona uma nova visão no campo da AM, uma vez que demonstra a possibilidade de simular e controlar as tarefas AM em uma estação robotizada.

O objetivo deste trabalho é o de contribuir para o campo AM introduzindo e implementando um SCA capaz de executar / simular tarefas AM robóticas. Ele também mostra como um usuário avançado pode integrar tecnologias avançadas de simulação com um sistema AM real, criando assim um poderoso sistema para tarefas de P & D e manufatura operacional. Como demonstrado, a criação do ambiente AM só foi possível usando o software RoboDk que permite a criação de uma estação de trabalho robótica e suas principais operações.

Embora a simulação de AM tenha sido satisfatória, foi necessário desenvolver um SCA capaz de controlar toda a simulação através de comandos simples instruídos pelos usuários. Conforme descrito neste trabalho, o desenvolvimento de SCA foi totalmente implementado em Python usando bibliotecas oficiais. A solução foi apresentada na forma de um aplicativo capaz de controlar a operação AM através de uma conexão de soquete servidor / cliente. Em resumo, desenvolveu-se uma arquitetura de sistema que é capaz de controlar uma simulação de AM foi apresentada. Além disso, a implementação de comandos em uma GUI simples foi mostrada como um avanço na implementação de controles modernos de processos AM.

Os autores são:

J. Norberto Pires, Professor do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Coimbra

Filipe Ribeiro, ex-aluno do MIEM da Universidade de Coimbra (a sua tese foi avaliada com 19 valores), atualmente engenheiro da empresa RoboWorks (Aveiro).

Amin S. Azar, investigador doutorado do SINTEF, Noruega.