a carregar...

DMat

Departamento de Matemática

OFICINA Melodias matemáticas

DinamizadorasDoutora Ana Cristina Rosa e Mestre Marina Ferreira
Resumo

A palavra música é de origem grega – vem de musiké téchne, que significa “a arte das musas”, consideradas as fontes da inspiração dos criadores nas várias formas de expressão cultural: pintores, poetas, compositores, etc. Em termos práticos, isto quer dizer que a composição de um trecho musical requer, para além de conhecimentos técnicos, muito talento e imaginação por forma a combinar harmoniosamente os sons e o ritmo ao longo do tempo. Mas não é bem assim… Afinal, basta apenas conhecer as sete notas musicais – dó, ré, mi, fá, sol, lá si – e saber probabilidades! 

A ideia de utilizar as probabilidades para criar trechos musicais remonta ao século XVIII, quando o famoso compositor Mozart inventou o “Jogo de dados Musical para a escrita de valsas com a ajuda de dois dados sem ser músico ou saber nada de composição”. Mais recentemente, surgiu um método mais sofisticado para compor música, igualmente baseado num modelo probabilístico – as cadeias de Markov.

Nesta atividade, terás a oportunidade de te tornares um compositor e de gerares as tuas próprias melodias recorrendo a este método, com a ajuda de um computador.

Público-alvoAlunos do Ensino Secundário.
Material1 projetor e ecrã; 1 sala equipada com computadores (o ideal será, no máximo, dois alunos por computador); ter instalado, em cada computador, o software CDF (Computable Document Format), que é grátis e pode ser descarregado a partir de um site da Wolfram, como por exemplo: https://www.wolfram.com/cdf-player/ education.wolfram.com/cdf-player-download.html
Voltar à página anterior