Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

D. Francisco Manuel de Melo e o Barroco Peninsular

   
Capa - D. Francisco Manuel de Melo e o Barroco Peninsular 

Autor: Vários
Coordenadoras: Marta Teixeira Anacleto, Sara Augusto, Zulmira Santos
Editora: Imprensa da Universidade de Coimbra/ Ediciones Universidad de Salamanca/ Centro de Literatura Portuguesa
Data: 2010
Nº de páginas: 318
ISBN: 978-9892600444
Preço: € 12.72 - Comprar

Sinopse

O volume D. Francisco Manuel de Melo e o Barroco Peninsular constituiu uma homenagem ao Autor, na sequência da efeméride que foi pretexto significativo para consolidar e abrir novos caminhos de reflexão em torno da sua personalidade invulgar e da sua obra plural: o quarto centenário do seu nascimento (1608-2008). Os estudos que congrega visam contextualizar, de forma rigorosa e atual, a vastíssima produção do polígrafo no quadro estético do Barroco peninsular, justificando a divisão do volume em três Partes articuladas devidamente entre si — Formas e Imaginário(s) do Barroco, Poéticas do Barroco e Modalidades de escrita do Barroco em D. Francisco Manuel de Melo. Pretende-se, assim, dar a conhecer ao público um modelo de leitura transversal da obra meliana, espelhando, num constante cruzamento de formas de expressão artística, o modo como os textos multifacetados de D. Francisco Manuel refletem uma visão singular e moderna de pensar e escrever os dados da cultura, da sociedade, da política de Seiscentos, decorrentes dos seus diferentes périplos vivenciais e cartográficos.

  
 
Índice

Nota Prévia
Marta Teixeira Anacleto e Zulmira Santos

PARTE I 
FORMAS E IMAGINÁRIO(S) DO BARROCO 

El Barroco (Ultra) Peninsular
Fernando R. de la Flor 

Prudência, discrição e sociabilidade cortesã em D. Francisco Manuel de Melo
Paulo Silva Pereira

Cenografias dissonantes: da «Discrição» e da «Honnêteté» no Imaginário Barroco
Marta Teixeira Anacleto

A Universidade de Salamanca e Portugal no Período Barroco
Ánguel Marcos de Dios

PARTE II 
POÉTICAS DO BARROCO 

A Poética da Alegoria e o Barroco
Vítor Manuel de Aguiar e Silva

Física Virtude das Palavras: Voz, Figura e Poesia em D. Francisco Manuel de Melo
Pedro Serra

Um Historiador «Esquisito»: A Epanáfora Amorosa de D. Francisco Manuel de Melo
Maria do Céu Fraga

Italiano e italianos na obra de Francisco Manuel de Melo: Algumas Considerações
Valeria Tocco

PARTE III 
MODALIDADES DE ESCRITA DO BARROCO EM D. FRANCISCO MANUEL DE MELO 

D. Francisco Manuel de Melo, um Polígrafo de «Cartas Familiares»
Aníbal Pinto de Castro

As Cartas Familiares: Obra Barroca, Obra Moderna
Mafalda Ferin Cunha

D. Francisco Manuel de Melo, Historiador
António Oliveira

As subtis linhas da humana dissimulação 
Isabel Almeida

Apontamentos sobre D. Francisco Manuel de Melo, a História da Guerra da Catalunha e os papéis da Restauração 
Vanda Anastácio

Algumas notas sobre o «Amor», o «Desengano» e o «Artifício» nas  Obras Métricas (1665) de D. Francisco Manuel de Melo
Zulmira Santos

O Poema «Thetis Sacra»: uma incursão de D. Francisco Manuel de Melo no género épico
Luís Fardilha

O Fidalgo Aprendiz no Teatro Nacional D. Maria II
Idalina Resina Rodrigues

Resumos / Abstracts