a carregar...

FLUC

Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas

Inauguração do CER



Inauguração do Centro de Estudos Russos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

Na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra começou a funcionar o primeiro Centro de Estudos Russos de Portugal e da Península Ibérica. Na cerimónia solene de inauguração do Centro participaram o embaixador da Federação da Rússia em Portugal Pavel Petrovskiy, o primeiro adjunto do Director Executivo da Fundação «Russkiy Mir» Vassiliy Istratov, o responsável pelos Programas Europeus da Fundação Aleksey Gromyko, o responsável do departamento dos Centros e Gabinetes da Fundação «Russkiy Mir» Nikolay Sergeichev, o reitor da Universidade de Coimbra professor João Gabriel Silva, o director da Faculdade de Letras professor Carlos Ascenso André, o representante da associação «Rossotrunichestvo» em Portugal Vyacheslav Shatalin, professores e estudantes da universidade e membros de organizações públicas russófonas do país.

O Centro de Estudos Russos de Coimbra tornou-se o 89º no mundo a ser criado com o apoio da Fundação «Russkiy Mir». Esta data, assinalou Vassiliy Istratov, tem um significado simbólico claro: tal como o ano de 1989 desempenhou um importante papel na fusão dos povos da Europa, o 89º Centro de Estudos Russos em Portugal irá ter um grande significado na aproximação entre dois povos, portugueses e russos, que vivem em lados opostos da Europa.

O Centro de Estudos Russos foi criado com a colaboração e ajuda financeira da Fundação «Russkiy Mir» com o objectivo de prestar apoio ao estudo da língua e cultura russas nas instalações da mais antiga universidade de Portugal, fundada em 1290.

O ensino dos estudos russos na FLUC é realizado pelo professor Vladimir Pliassov desde 1988 pelas seguintes áreas temáticas: «Russo do Quotidiano», «Introdução à História e Cultura Russas», «Introdução à Literatura Russa», «Tradução Russo-Português» e «Língua e Cultura Russas». O número de alunos destas unidades curriculares é anualmente composto por cerca de 150 a 200 alunos.



Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

russkimir
«O Centro é vosso»
Fica a mensagem de Vladimir Pliassov, docente da FLUC, num convite para que todos visitem o primeiro Centro de Estudos Russos em Portugal... Que fica na FLUC! Visita as fotos e fica a conhecer a tua nova sala, no 4.º piso (piso de entrada).No corte da fita, da esquerda para a direita: o Embaixador da Federação da Rússia, Pavel Petrovsky; o reitor da UC, João Gabriel Silva; o vice-diretor executivo da Fundação Mundo Russo, Vassiliy Istratov; o diretor da FLUC, Carlos André; e o docente da FLUC, Vladimir Pliassov.
Facebook1Facebook2
Fonte: Facebook da FLUC

FLUC inaugura primeiro centro de estudos russos do país

24 de Outubro de 2012 por UCV

O primeiro centro de estudos russos em Portugal já está em funcionamento. A FLUC e a fundação Russkyi Mir uniram-se para tornar possível a abertura e manutenção do novo espaço dedicado ao estudo da língua russa.A inauguração aconteceu a 22 de outubro de 2012 e contou com a presença do Embaixador da Federação da Rússia em Portugal, do Vice-Presidente da Fundação Russkyi Mir e do Reitor da Universidade de Coimbra.


Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra 210 alunos aprendem na FLUC língua e cultura russas!

Desde 1988 que a Faculdade de Letras acolheu os Estudos Russos. A história contada pelo homem que desde essa data até ao presente persistiu na vontade de ensinar a língua e a cultura russas chama-se Vladimir Pliassov.

O amor pelos seus alunos, o apoio de colegas e funcionários amparou algumas dificuldades que sentiu ao longo deste percurso. Não esquece que foi pela mão do Doutor António Avelãs Nunes e pelo apoio do então presidente do Conselho Diretivo Doutor Ludwig Scheidl que foi contratado a 40%.

Mas o número crescente de alunos permitiu que em 1991 fosse contratado a 100%. Entre alunos de licenciatura e alunos dos cursos livres somaram uma centena que atualmente duplicou espalhados pelas disciplinas de Introdução à História e Cultura Russas, Russo do Quotidiano I, II, Tradução Russo-Português I, II, III, Introdução à Literatura Russa e Língua e Cultura Russas I,II, III, IV dos Cursos Livres e Intensivos num total de 210.

Foi esta a razão, o elevado número de alunos, que levou a Fundação Russkiy Mir a escolher a FLUC para acolher um Centro de Estudos Russos. Criada em 2007 com o objetivo de divulgar e promover os estudos russos no mundo tem espalhado pela Europa, América e Ásia variados centros.

Fonte: Facebook da FLUC





Fotos da Inauguração do CER

inauguração01inauguração02
inauguração03inauguração04


Artigo do Diário de Coimbra

23 de Outubro de 2012

UC abre portas a futura cooperação com a Rússia

Parceria Faculdade de Letras acolhe primeiro Centro de Estudos Russos do país e da Península Ibérica, o 89º da Fundação Russkiy Mir no mundo

Diário de Coimbra

Embaixador da Rússia em Portugal (primeiro da esquerda) marcou presença na sessão

Ana Margalho

A Universidade de Coimbra (UC) acolhe, desde ontem, o primeiro Centro de Estudos Russos (CER) do país e também da Península Ibérica. O espaço, que permite a comunicação online com instituições russas e dispõe de uma vasta bibliografia do país, é apoiado pela Fundação Russkiy Mir, criada em 2007 por Vladimir Putin. Funciona na Faculdade de Letras (FLUC) onde, há vários anos, são leccionadas cadeiras desta língua, integradas em diversos cursos. «Na situação em que o país se encontra é ainda mais importante que abramos avenidas de cooperação com o resto do mundo», afirmou o reitor da UC, na cerimónia de inauguração do CER, não tendo dúvidas de que este centro fomentará a «cooperação cultural, social e essencialmente económica» com a Federação Russa nos próximos anos.

«A UC está a abrir caminhos para o país e para os seus estudantes», afirmou João Gabriel Silva, congratulando-se com a escolha de Coimbra e da sua universidade para a instalação do primeiro centro português da Fundação Russkiy Mir (Há apenas um gabinete a funcionar na Universidade do Minho).

Uma escolha que acabou por ser óbvia, tendo em conta que a UC foi, após vários contactos da Embaixada Russa em Portugal, a única universidade portuguesa a aceitar acolher este centro.

«Honestamente, não foi fácil. A UC foi a primeira a aceitar esta proposta, depois de conversações sem resultado», desabafou Pavel Petrovskiy, embaixador da Rússia em Portugal, agradecendo à UC «por ter acreditado» na importância deste centro em Portugal.

«A língua russa está a ganhar importância no mundo, que não tinha há 20 anos, devido ao fim da União Soviética», afirmou o embaixador; esperando que o CER seja, em Coimbra, «o grande impulsionador de uma cooperação futura» entre os dois países.

Para além do apoio aos mais de 500 alunos que, segundo o director da FLUC, têm a Língua Russa nos seus planos curriculares, o CER será também o pilar de cursos livres de Russo que a faculdade pretende lançar, abertos a todos os interessados. «Precisamos de investir nestas línguas importantes de modernidade, como o russo, mas também o chinês, o árabe ou o japonês», afirmou Carlos André, confiante nos frutos do investimento.

Integrado no Departamento de Línguas Literaturas e Culturas da FLUC, o CER é coordenado por Vladimir Pliassov, docente daquela faculdade há 24 anos. Presente na cerimónia, Vassilly Istratov, vice-presidente da Fundação Russkiy Mir, recordou que este é o 89º centro da instituição no mundo, em cinco anos de existência da instituição.

Assinado protocolo com Universidade russa para intercâmbio de estudantes

João Gabriel Silva considerou que a abertura do CER e o apoio da Fundação Russkiy Mir são o primeiro passo para o estreitamento de relações entre a UC e a Rússia, a nível cultural, social e económico. Para já, a UC assinou um protocolo com a Universidade de Voronhez, na Rússia, que permitirá, no futuro, «o intercâmbio de estudantes» das duas instituições, à semelhança do que acontece com o programa Erasmus.

Fonte: Diário de Coimbra



Artigo do Diário As Beiras

23 de Outubro de 2012

Diário Beiras

Fonte: Diário As Beiras



Artigo do Jornal SLOVO

Outubro de 2012

gazeta slovo



slovo01slovo02



slovo03slovo04


Fonte: Jornal SLOVO em Portugal

Artigo do Jornal MAIAK

Outubro de 2012

maiak

Fonte: Jornal MAIAK Portugal

Faculdade de Letras de Coimbra acolhe primeiro Centro de Estudos Russos em Portugal

A Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra vai passar a ter, a partir da próxima segunda-feira, 22 de outubro, o primeiro Centro de Estudos Russos instalado, em Portugal, apoiado pela Fundação Russkiy Mir. A inauguração é às 12 horas e vai contar com as presenças do Embaixador da Rússia, Pavel Petrovskiy, do Reitor da UC, João Gabriel Silva, e do Diretor da FLUC, Carlos André.

Fonte: Facebook da FLUC