Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Cursos práticos pré-congresso



CURSOS PRÁTICOS PRÉ-CONGRESSO

Pré-inscrição obrigatória para o e-mail inscricaoramdec2020@gmail.com, indicando o(s) curso(s) nos quais se pretende inscrever.

A inscrição pode ser feita em todos os cursos, indicando, no entanto, a ordem de preferência. Todas as inscrições serão ordenadas por ordem de entrada para posterior distribuição pelos cursos de acordo com o número de vagas disponíveis e com a ordem de preferência indicada.

Os alunos do MIMD terão que obrigatoriamente enviar em anexo o comprovativo de inscrição no congresso.

Os alunos de pós-graduação, internos de Estomatologia, Médicos Dentistas e Estomatologistas deverão anexar o comprovativo de inscrição no curso pré-congresso.

Alunos do MIMD

Gratuito

Médicos Dentistas, internos de Estomatologia, Estomatologistas e alunos de pós-graduação

30 euros


novo programa cursos XXIX





18 de Março | 4ª feira

9h.00-13h.30 – ODONTOSSECÇÃO DE DENTES MULTIRRADICULARES – CIRURGIA CONVENCIONAL E CIRURGIA PIEZOELÉCTRICA; 20 vagas; público-alvo: alunos do 5º ano do MIMD, alunos do 4º ano do MIMD; formadores: Álvaro Banaco, Daniela Alves Pereira, Daniela Silva, Elsa Domingues, Francisco Marques, Isabel poiares Baptista, Joana Amaral, Jorge Ermida, Malva Correia, Orlando Martins, Sérgio Matos e Tony Rolo.

            Programa Teórico: Anatomia dentária, Descrição das etapas básicas da técnica, Descrição do instrumental, Demonstração das técnicas a praticar na sessão prática.

            Programa prático: Hands-on com dentes naturais.

10h.00-13h.30 – INFILTRAÇÕES INTRA-ARTICULARES NO TRATAMENTO DAS DISFUNÇÕES TEMPOROMANDIBULARES; 10 vagas; público-alvo: Médicos Dentistas e Médicos Estomatologistas, alunos do 5º ano do MIMD; formadores: Bruno Macedo Sousa, Maria João Rodrigues.

            Programa teórico: Apresentação do curso e conhecimento das expectativas; Diagnostic Criteria/Temporomandibular disorders; Anatomia da Articulação Temporomandibular e dos músculos da mastigação, Classificação das DTM; Epidemiologia; Osteoartrite/osteoartrose; A importância do diagnóstico diferencial; Abordagens terapêuticas em pacientes com artralgia; Técnicas infiltrativas e Farmacologia.

            Programa prático: Infiltração da Articulação Temporomandibular e Discussão.

            Com este curso pretendemos que os destinatários do mesmo, consigam numa primeira fase, chegar ao diagnóstico de artralgia da ATM de acordo com o DC/TMD.

            Após conhecimento da anatomia da articulação temporomandibular, descreveremos qual a técnica infiltrativa ideal.

            De seguida descreveremos uma abordagem no tratamento da patologia articular das Disfunções temporomandibulares com recurso a infiltrações de substâncias com eficácia terapêutica já descrita na literatura.

            Nesse sentido abordaremos o comportamento terapêutico de anti-inflamatórios não esteroides, corticosteróides, ácido hialurónico e plasma rico em plaquetas, bem como os seus efeitos secundários.

            Do mesmo modo iremos comparar este tipo de terapêutica com outras mais conservadoras, bem como com abordagens mais invasivas.

            Objectivos de aprendizagem:

            - No final deste curso o aluno deverá ser capaz de:

            · Sentir-se familiarizado com o DC/TMD e deste modo “falar uma mesma linguagem” com profissionais de todo o mundo no que Às Disfunções Temporomandibulares diz respeito.

            · Conseguir distinguir de uma forma muito fácil uma DTM do tipo muscular de uma DTM do tipo articular.

            · Através de uma boa anamnese e de uma história clínica adequada chegar ao diagnóstico mais provável.

            · Conhecer a anatomia da Articulação Tempormandibular e consequentemente os cuidados a ter numa infiltração.

            · Conhecer quais as substâncias com eficácia comprovada cientificamente e em que momento utilizar cada uma delas.

· Praticar o conceito de “less is often more in TMD”.

14h.30-18h.00 – PUNCTURA DE PONTOS MOTORES NA DISFUNÇÃO TEMPORO-MANDIBULAR E DOR ORO-FACIAL; 12 vagas; público-alvo: alunos do MIMD, Médicos Dentistas e Estomatologistas; formadores: Maria João Rodrigues, Marco Loureiro e Miguel Marto.

            Programa: Introdução; Breve semiologia muscular oro-facial e Práticas inter-pares com acunpuntura de pontos motores na região facial.

            Fundamentação/Resumo - De entre as diferentes entidades nosológicas envolvidas na Dor Oro-Facial, as disfunções musculo-esqueléticas assumem-se como as mais frequentes sendo o seu tratamento multi-disciplinar. A Acupunctura na Medicina Dentária entende-se como uma modalidade terapêutica no tratamento destas disfunções, isolada ou em conjunto com outras propostas terapêuticas. Neste curso iremos abordar o uso da Acupunctura e da Punção Seca na Dor Oro-Facial, as suas indicações e o seu mecanismo de acção. Serão ainda apresentados alguns quadros clínicos relativamente comuns na prática médico-dentária, apresentando a punctura de pontos motores como modalidade terapêutica. Neste curso, os alunos terão ainda a possibilidade de praticarem a puncture de alguns pontos motores previamente sinalizados e seleccionados pelo corpo docente, todos com formação pós-graduada em Acupunctura em Medicina Dentária.

19 de Março | 5ª feira

9h.00-13h.30 - CANCRO ORAL: DA CLÍNICA ÀS TECNOLOGIAS DE GENÓMICA E BIOINFORMÁTICA NA BUSCA DE BIOMARCADORES DE DIAGNÓSTICO PRECOCE E PROGNÓSTICO; 50 vagas; público-alvo: 3º e 4º anos do MIMD; formadores: Ilda Patrícia Ribeiro, Francisco Caramelo, Francisco Marques e Luísa Esteves.

            O cancro oral é um problema grave de saúde em todo o mundo, podendo ser definido como uma neoplasia agressiva que frequentemente já se encontra em estadio avançado aquando do diagnóstico, sendo esta a causa da elevada mortalidade e grande morbilidade, apesar do acesso fácil ao exame clínico. Os recentes avanços na melhor compreensão da epidemiologia, patogénese e modalidades de tratamento não se refletem nas taxas de sobrevivência, na medida em que nos últimos 40 anos apenas se verificou uma ligeira melhoria para os doentes de cancro oral, permanecendo nos 40-50%. O diagnóstico tardio e o desenvolvimento frequente de recidivas locorregionais são os principais motivos da falha do tratamento. Assim, é de suma importância identificar os fatores de risco, os sinais e sintomas de forma a acompanhar adequadamente a população de risco elevado e os sobreviventes destes tumores e em risco de recorrência e metástase. O médico dentista tem um papel fundamental neste acompanhamento da população nas consultas de rotina de Medicina Dentária e, portanto, na prevenção e identificação precoce de lesões malignas e potencialmente malignas bem como na referenciação para diagnóstico ou tratamento especializado e na prestação de cuidados orais antes, durante e depois do tratamento para minimizar o risco de complicações. Com este curso téorico pretende-se demonstrar recorrendo a casos clínicos a problemática do cancro oral, evidenciando o papel do médico dentista na deteção precoce e sucesso do tratamento. Pretende-se igualmente explanar as várias técnicas de genómica e biologia molecular de larga escala usadas atualmente em investigação biomédica a par das ferramenteas bioinformáticas e de bioestatística, explorando as suas aplicações e benefícios com resultados reais de doentes de cancro oral.

9h.00-13h.30 – RESOLUÇÃO DE URGÊNCIAS DE PRÓTESE REMOVÍVEL NA CLÍNICA; 15 vagas; público-alvo: alunos do 4º e 5º anos do MIMD; formadores: equipa da disciplina de Prostodontia Removível.

            Na prática clínica de um Médico Dentista é frequente comparecerem nas consultas pacientes com urgências relacionadas com as suas próteses removíveis. Nem sempre é possível ter o apoio imediato de um laboratório de prótese, de forma a resolver essas situações. O Médico Dentista deve dominar algumas técnicas e conhecimentos que lhe permitam resolver no imediato essas urgências, quando não é possível recorrer ao laboratório de prótese. É importante que o Médico Dentista domine alguns protocolos e saiba manusear matérias específicos fundamentais nesta área. No decurso deste curso serão lecionadas técnicas para reparação de fraturas recorrendo a reforços em próteses acrílicas, acrescentos imediatos de dentes, rebasamentos directos e capturas de conectores de attachments em próteses implantosuportadas.

9h.00-13h.30 – LASER EM ODONTOPEDIATRIA; 15 vagas; público-alvo: 5º ano do MIMD, 4º anodo MIMD, profissionais; formadores: João Braga, Ana Luísa Costa, Bárbara Cunha, Joana Leonor Pereira, Margarida Esteves, Sara Rosa e Teresa Xavier.

            A utilização de diferentes tipos de LASER nas diferentes valências da Medicina dentária constitui uma das mais recentes valias, não apenas no respeitante à versatilidade, mas pelos resultados obtidos aquando da sua aplicação e aceitabilidade. Ainda assim, exige uma curva de aprendizagem e o domínio absoluto de indicações e contraindicações. Com este curso pretende-se abordar as aplicações particulares em Odontopediatria, englobando a lecionação uma introdução teórica, uma vertente de aplicação de LASER em ambiente de pré-clínico e em clínica odontopediátrica.

14h.00-18h.00 – ENSINO PRÁTICO DE TÉCNICAS ORL PARA MÉDICOS DENTISTAS; 16 vagas; público-alvo: preferencialmente alunos do 4º ano do MIMD, mas aberto a todos os participantes da RAMDEC; formadores: equipa com 7 formadores coordenada por João Carlos Ribeiro. Idealmente levar iphone ou ipad pessoal.

            A interação entre a otorrinolaringologia e a medicina dentária é muito vasta. Nem sempre um médico dentista tem a oportunidade de praticar as técnicas práticas de otorrinolaringologia durante o curso.

            Pretende-se desenvolver competências clinicas práticas, ajustadas às necessidades práticas do médico dentista na área da rinologia, otologia, faringe e avaliação cervical.

            Os formandos terão oportunidade de praticar em cada uma destas áreas de acordo com um programa sequenciado (passo a passo), complementado com imagens, esquemas, diagramas e/ou mnemónicas que se consideram intuitivos para uma melhor aprendizagem.

            Serão fornecidos handouts práticos para eventual uso futuro, e efetuada avaliação formativa individual.

14h.30-18h.00 - ORTODONTIA INTERCEPTIVA: ADAPTAÇÃO E COLOCAÇÃO DE DISPOSITIVOS FIXOS TIPO MANTENEDOR DE ESPAÇO, BARRA PALATINA E QUADHÉLIX; 20 vagas; público-alvo: 4º e 5º anos do MIMD, mas aberto a todos os interessados; formadores: Ana Sofia Roseiro, Adriana Guimarães, Francisco do Vale, Inês Francisco, Paula Bebiano e Sónia Alves.

            A ortodontia interceptiva é a área da ortodontia que atua em dentição decídua ou mista, no sentido de prevenir complicações de desenvolvimento oro-dento-facial numa criança em crescimento.

            Após diagnostico destas situações, a não atuação precoce num caso clínico pode promover o desenvolvimento de más oclusões, mais ou menos severas, como impactação dentária, apinhamento dentário, mordida cruzada, mordida aberta, necessidade de tratamento ortodôntico-ciurgico, entre outras.

            O objetivo do curso é identificar algumas dessas alterações de desenvolvimento para intervenção ortodôntica e selecionar qual o aparelho fixo interceptivo mais adequado. Numa vertente hands-on, será realizada a adaptação, colocação e ativação destes aparelhos.

14h.30-17h.30 - 3D EN ENDO: EL FUTURO YA PRESENTE, AÚN NO HA PASADO; 20 vagas; público-alvo: alunos do 5º do MIMD, alunos do 4º ano do MIMD; formador: Fernando Miñambres.

            Debido a las limitaciones de las imágenes en radiología dental solo se observan dos dimensiones del diente, por lo general, el alto y el ancho; por fortuna, gracias a los TAC, se puede construir un modelo en las tres dimensiones del espacio, lo cual facilita el diagnóstico y el plan de tratamiento. Asimismo, en las distintas etapas del tratamiento endodóncico, se ha conseguido una obturación muy cercana a la tridimensionalidad, sin embargo, en este Curso, podremos comprobar cómo en los procesos de conformación y limpieza del sistema de conductos radiculares faltaban las soluciones adecuadas para resolver esta cuestión de una forma satisfactoria.

Después de asistir a la parte teórica, los participantes podrán experimentar en la práctica la limpieza y conformación de los conductos radiculares con unos resultados cercanos a la tridimensionalidad.”