a carregar...

FPCEUC

Eventos

Archive of Eventos

Discourse, Power and Resistance 2018 - Education and the striving for dignity - CALL FOR PAPERS

Publication date: 12-12-2017 12:54
dpr18_icone.jpg

II Encontro de Psicanálise de Coimbra e I Encontro de Investigação em Psicanálise: da clínica à investigação

Publication date: 07-12-2017 17:19
II Encontro de Psicanálise de Coimbra e I Encontro de Investigação em Psicanálise: da clínica à investigação
Procura-se, com estes Encontros, criar um espaço de confluência entre o pensamento clínico e a investigação, abrindo-nos a um tempo em que ambos se interligam, tanto na exploração das formas pelas quais se adoece psiquicamente, como na construção de mudanças terapêuticas. Pretendemos, assim, fazer uma reflexão e uma partilha no âmbito da investigação e da clínica psicanalíticas, focando não apenas o contexto mais tradicional da investigação clínica, mas também aspetos mais específicos e inovadores, no âmbito metodológico, dos procedimentos de análise e validação de dados, da psicopatologia infantil, juvenil e do adulto e da avaliação dos processos de mudança em psicoterapia. Tal espaço de encontro pretende criar uma oportunidade para juntar e aproximar clínicos e investigadores que em diferentes instituições e em diversos planos de intervenção têm vindo a procurar desenvolver um trabalho de base psicanalítica.

Seminários de Doutoramento em Psicologia

Publication date: 04-12-2017 13:00
Seminários de Doutoramento em Psicologia
Frequentemente, as situações de abuso sexual infantil (ASI) não deixam evidências físicas, restando apenas os depoimentos da vítima e do suspeito/arguido. Quando há revelação de ASI, prioriza-se a salvaguarda do bem-estar da criança e a recolha da prova testemunhal que esta possa vir a fornecer. Porém, ao longo do processo judicial, as vítimas poderão retratar-se (negando os relatos iniciais, ou remetendo-se ao silêncio). A incidência da retratação, em casos consubstanciados de ASI, compromete a segurança da vítima e de outras crianças, além de determinar a tomada de decisão judicial e a avaliação forense. Assim, este estudo tem como objetivo sistematizar os fatores de risco para ocorrência da retratação e construir um instrumento de rastreio de forma a auxiliar os profissionais no exercício da sua actividade e na tomada de decisão. A metodologia organiza-se em duas secções: a) recolha dos indicadores com recurso a entrevistas com profissionais que contactem com crianças que se suspeita serem vítimas de ASI e consulta de processos judiciais; b) construção e validação do instrumento de rastreio do risco de retratação.