a carregar...

CEIS20

Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX

O cinema e o tempo

Esta área temática procura analisar a criação cinematográfica como fenómeno que depende e interage com a temporalidade em que está inserida. A relação que o cinema estabelece com o tempo aqui é entendida de forma global, nela cabendo todos os fenómenos considerados pertinentes para a compreensão das imagens em movimento, quer sejam de proveniência material, nomeadamente a diversidade de produções que dele derivam, ou intelectuais, como seja a pluralidade de reflexões que o fenómeno cinematográfico suscita.

O filme e o tempo

O objeto de estudo exclusivo desta linha é o filme como discurso produtor de memória, cuja articulação com o tempo de produção permite inferir elementos relativos à perceção coletiva das sociedades no seu devir temporal.

Os filmes são sempre trabalhados como narrativas, segundo uma metodologia que tem por base os procedimentos dinâmicos subjacentes à construção fílmica, operando também segundo processos que visam a objetividade, a constância e a sistematicidade.

As pesquisas, segundo os pressupostos anteriores, estão abertas a quaisquer áreas, temas, autores, géneros, cinematografias, escolas ou épocas.

Portugal e o cinema

O foco desta linha incide sobre os diversos segmentos em que a instituição cinematográfica funciona, nomeadamente os vários sistemas que giram em torno da componente industrial, os mecanismos relacionados com o universo da cinefilia, o campo da receção como reflexão sobre a criação cinematográfica e a evolução do quadro legal e institucional do cinema português.

Os limites cronológicos são os da existência das imagens em movimento em Portugal, podendo materializar-se em estudos monográficos, autorais, movimentos de rutura no modo de criação cinematográfico, discursos do poder sobre a instituição cinematográfica, ou ainda estatutos sociais e profissionais dos agentes inseridos no meio.

Cinemas em português

A perspetiva desta linha é a variedade de expressões cinematográficas subjacentes ao universo de países de língua portuguesa, com o objetivo de estabelecer análises transversais que permitam aferir um melhor conhecimento da diversidade ou proximidade existentes nesta realidade global com expressão multicultural e continental.

O funcionamento desta linha pressupõe também a criação de equipas provenientes dos vários países, de fóruns e sistemas de comunicação e divulgação comuns, e de encontros onde simultaneamente esteja presente a mostra dos resultados da investigação e da criação fílmica oriunda dos países envolvidos.

O cinema e a cidade

Esta linha de pesquisa tem na sua base o desenvolvimento de trabalhos de investigação sobre a relação entre o cinema e a cidade, do ponto de vista das obras sobre o tema ou de autores que se tenham dedicado ao assunto.

Em parceria com a Câmara Municipal de Coimbra, o Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX promove anualmente um evento, intitulado Coimbra in motions, que tem por finalidade estabelecer uma relação entre a investigação e os cidadãos, promovendo a mostra e a discussão de obras e autores fílmicos sobre a cidade e, simultaneamente, dar a conhecer as investigações em curso sobre a relação entre o cinema e a cidade.

A linha temática O CINEMA E A CIDADE assenta no princípio de que a relação entre o cinema e a cidade existe desde a invenção das imagens em movimento, tendo desde então então caminhado a par, numa influência constante e recíproca. Nessa aceção a ideia de base que constitui esta linha de investigação passa pela exploração desse campo, procurando compreender, através de casos concretos, como é que o cinema foi concebendo as cidades que foi projetando nas telas, num exercício que se tem a pretensão de dar a conhecer o passado ao presente, prolonga também o futuro do passado através de um exercício crítico e atualizado sobre esses olhares.