a carregar...

CEIS20

Modernidade e Cultura de Massas em Portugal

Apresentação

A linha de investigação pretende sistematizar e ampliar abordagens de conjunto já anteriormente feitas no colóquio «Transformações Estruturais do Campo Cultural Português» (Coimbra 1993) e no seminário de investigação «Cultura de Massas em Portugal» (Lisboa 2008).

Inicialmente baseada num conjunto de tópicos em documento de trabalho que constitui doravante, com as necessárias melhorias específicas a introduzir pela equipa, o programa de estudos a desenvolver, a linha de investigação vai integrar investigadores dos dois centros, bem como outros provenientes de centros de investigação das mesmas Universidades com trabalhos já realizados em áreas disciplinares cujos resultados têm tangenciado o tema desta linha de investigação, que se constitui como horizonte epistemológico de tais trabalhos e pesquisas individuais.

Para a concretização do programa de trabalho geral, essa linha de investigação traduzir-se-á no recorte de projetos de investigação parcelares coerentes e multidisciplinares, na realização trabalhos e ações científicas conjuntas, com vista à pesquisa cada vez mais aprofundada do objeto de estudo e à difusão dos seus resultados.

A linha de investigação terá uma formulação inicial com recorte, simultaneamente temático e cronológico, em torno do jornal «O Século» (1881-1983) e sua constelação de publicações periódicas, condições editoriais e de circulação, estratégias e dispositivos de afirmação pública, seu contexto nas comunicações e assimetrias regionais, nos meios sociais e ambientes locais, nas práticas culturais de receção e apropriação como nas condições políticas, seus intervenientes, narrativas e linguagens de referência às dinâmicas e aos acontecimentos da história contemporânea portuguesa e internacional. Este projeto poderá ter a designação de O império de «O Século».

Nesta linha de investigação serão realizados seminários académicos, bem como colóquios ou outras reuniões científicas, com caráter regular, nomeadamente em torno de um seminário de investigação, segundo o modelo de conferências, e um colóquio internacional que terá a sua primeira edição em 2014.