Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Apresentação da obra "Asilo Político em Tempos de Salazar"

5 de dezembro, Lisboa
28 novembro
Luís Bigotte Chorão
Luís Bigotte Chorão

As figuras de Humberto Delgado e de Henrique Galvão são evocadas lado a lado na mais recente obra de Luís Bigotte Chorão, "Asilo Político em Tempos de Salazar: os casos de Humberto Delgado e Henrique Galvão"

Se a carreira militar e a notável coragem que desembainhavam para enfrentar o regime salazarista os aproximava, a verdade é que, como notava a imprensa da época, também algumas diferenças os separavam:

"No plano informativo, a imprensa juntava ao caso Humberto Delgado o de Henrique Galvão, sem deixar de notar as suas diferenças.
Quanto a Delgado, as autoridades insistiam na inexistência de qualquer mandado de detenção, pelo que o general estava livre para pedir passaporte para se ausentar para o estrangeiro. Já Galvão era apresentado como um "fugitivo da justiça", admitindo-se que a sua situação justificava um estudo cuidadoso por parte do governo."

(Excerto adaptado da obra "Asilo Político em Tempos de Salazar: os casos de Humberto Delgado e Henrique Galvão")


É a António Araújo e a José Pacheco Pereira que caberá, na próxima quinta-feira, dia 5 de dezembro, apresentar a obra junto da plateia que, por volta das 18h30, se reunir na Livraria Almedina Rato, em Lisboa.