a carregar...

IIIUC

CECH - Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos

Apresentação





A unidade de investigação Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos foi fundada em 1967 e afirmou-se, desde então, como um centro de clara referência internacional, tanto a nível da lusofonia e no eixo latino-americano, como ainda nas  relações com o norte e centro da Europa e com a América do Norte.

Na altura da sua fundação, o CECH distinguia-se em particular por uma matriz filológica dominante (nas suas vertentes de língua, literatura e cultura). Essa vertente filológica continuou a ser cultivada e a marcar boa parte do trabalho feito no CECH ao longo dos quase 50 anos de existência, tornando-o num centro de referência para os Estudos Gregos, Estudos Latinos e Estudos Neolatinos (Medievais e Renascentistas) desenvolvidos em Portugal, bem como no relacionamento com os seus congéneres internacionais.

Nos últimos anos, a tradicional abordagem literária e cultural foi-se enriquecendo com um diálogo crescente com outras áreas com as quais o CECH tem uma ligação natural de complementaridade e de criação de sinergias, como a História Antiga (e a Arqueologia), a Pragmática Teatral e Musical, bem como a abordagem filosófica.

Toda a estrutura científica e organizacional do CECH organiza-se, finalmente, à volta de um projeto central agregador: PÓLIS E COSMÓPOLIS, isto é, as relações entre o local e o global, seja em termos de mobilidade física ou de ideias, de circulação e difusão de saberes, bem como das tensões e potencialidades decorrentes do desenvolvimento e aplicação desse mesmo binómio, que tão profícuo se revela na compreensão e apreensão do devir histórico e cultural da matriz civilizacional europeia e ocidental.

Objetivos

  1. Estudar sob diferentes perspectivas a Antiguidade Greco-Romana, a Idade Média e o Renascimento, de acordo com o subprojecto Polis/Cosmopolis.
  2. Promover um diálogo crítico actual, com as raízes dos conceitos Polis/Cosmopolis, como fontes inspiradoras para a compreensão do mundo contemporâneo.
  3. Investigar simultaneamente os momentos-chave da recepção de matriz clássica, através da reescrita e reinterpretação de mitos por modelos estéticos, culturais e comunicacionais e pelo pensamento ético e político.
  4. Promover a pragmática teatral através da interacção com a população estudantil.
  5. Contribuir para o estabelecimento de uma forte comunidade em rede de Estudos Clássicos, através da colaboração activa em grupos internacionais e do desenvolvimento de programas de 2º e 3º ciclos em b-learning apoiadas pela Unidade.
  6. Alargar a base de dados da biblioteca da Unidade, com o objectivo de facilitar o acesso a bibliografia especializada.


Coordenação

Delfim Ferreira Leão



Estrutura

+info



A Unidade nos novos Media

A Universidade de Coimbra é a primeira universidade portuguesa a utilizar activamente o ITUNES. A Unidade contribuiu desde o início para o projecto com material de alta tecnologia, disponibilizando no iTunes ensaios e espectáculos gravados do Grupo Thiasos, bem como comunicações de investigadores que, dada a sua área de especialização e de acordo com o tema de projecto, foram incluídas em conferências internacionais.