a carregar...

IIIUC

CECH - Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos

Projeto PI (Pequena Infância)

Nome do Projeto
Projeto PI (Pequena Infância)
         2011        2012        2013        2014Participações esporádicas

Participantes

/

Membros

  • Ália Rodrigues (Vogal)
  • Ana Seiça Carvalho
  • Carlos Jesus
  • Chayanna Ferreira
  • Elisabete Cação



  • Ália Rodrigues
  • Ana Seiça Carvalho
  • Carlos Jesus
  • Chayanna Ferreira
  • Elisabete Cação (Vogal)



  • Ália Rodrigues
  • Ana Seiça Carvalho
  • Elvira Martins
  • Laís Reis
  • Sofia Carvalho (Vogal)
  • Margarida Cardoso
  • Ana Seiça Carvalho (Vogal)
  • Elvira Martins
  • Luís Malhão
  • Sofia Carvalho
  • Margarida Cardoso
  • Tânia Mendes
  • Sara Maurício
  • Marta Bizarro
  • Cristina Carvalho
  • Luísa Simão
  • Joana Fonseca
PublicaçõesComunicaçõesGaleria de imagens

 Descrição do projeto

A ideia do Projecto PI (Pequena Infância) surgiu, pela primeira vez, no núcleo da Associação Cultural Thíasos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Foi recuperado, em 2011, no âmbito das actividades do grupo de estudantes de clássicas, A Origem da Comédia, associação que integra a Associação Portuguesa de Estudos Clássicos (APEC) e conta, no ano lectivo 2013/2014, com a sua 4ª edição, que se desdobrará, pela primeira vez, em duas temporadas, compostas por 4 sessões em cada instituição: uma realizada recentemente, nos meses de Novembro e Dezembro de 2013, a segunda a realizar em Março e Abril.

O Projecto PI reúne anualmente uma equipa de cerca de quatro a seis elementos, voluntários. Começou por ser formado somente por estudantes de Estudos Clássicos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, quase todos com experiência no âmbito teatral, desde a encenação à representação, até à formação académica, mas abre-se a qualquer pessoa interessada em participar.

Com a recuperação deste projecto, a Associação pretendeu divulgar o teatro no universo infantil – promovendo o conhecimento de algumas das suas características –, e difundir os mitos clássicos, por acreditar que eles conservam o poder pedagógico de outrora, garantindo assim o acesso ao conhecimento de um substrato cultural que fascina a humanidade há vários séculos. Mantemos, desde a edição de 2011, os mesmos objectivos, levar o Projecto Pi a outro tipo de contextos, IPSS, ATL’s, centros de acolhimento, entre outros. Temos, por isso, trabalhado com o Hospital Pediátrico de Coimbra e a Associação Acreditar, a Casa do Pai – Bissaya Barreto, a Casa de Acolhimento do Loreto e o Lar do Padre Serra, em S.Martinho do Bispo.

O Projecto PI pretende realizar e disponibilizar a todos os interessados um conjunto de actividades de carácter teatral de tema clássico, com um pendor duplamente pedagógico e formativo. Com efeito, se por um lado é nosso intuito explorar as potencialidades corporais e psíquicas e aguçar a sensibilidade estética da criança por meio do teatro, aludindo a tópicos relacionados com a História do Teatro (ex.: o uso da máscara) por meio do drama, por outro, através da demonstração dramática e de diálogos intercalares, buscamos também valorizar a dimensão pedagógica do mito, como de resto sucedia na infância do homem grego.

Como o próprio nome indica, trata-se de uma actividade dirigida sobretudo à pequena infância, ou seja, a crianças sensivelmente entre os 4 e os 10 anos. No entanto, devido ao maior número de jovens pré-adolescentes e adolescentes que encontrámos nas Instituições, decidimos criar duas diferentes estruturas para as sessões, levando em conta as faixas etárias. Assim sendo, possuímos uma estrutura com base num teatro de bonecos/fantoches e guiões e exercícios infantis para as crianças do Hospital Pediátrico e outra com um guião mais complexo e exercícios de corpo e voz mais complexos para os restantes jovens. Nas Instituições, tem sido prática, de há dois anos a esta parte, a representação final de uma proposta de Peça de Teatro, baseada nos episódios estudados e dramatizados nas sessões.

As oficinas de expressão dramática exploram, independentemente das idades dos participantes, temáticas e imaginários do mundo clássico greco-romano. A especificidade deste projecto reside precisamente neste ponto – a temática relacionada com o mundo clássico –, razão pela qual têm sido apresentados e explorados mitos greco-latinos, como a viagem e as aventuras de Ulisses, o cavalo de Tróia, a eterna teia de Penélope, entre outros, o mitos de Minos, Narciso e Pandora, os Doze Trabalhos de Hércules, a Descida aos Infernos de Teseu, o Labirinto do Minotauro, entre outros episódios.

Cada oficina não dura mais do que uma hora e meia. As potencialidades formativas da expressão dramática, uma das componentes da educação estética, são já reconhecidas por todos os agentes pedagógicos, na medida em que incentivam a criatividade artística, o auto-conhecimento das capacidades motoras, expressivas e criativas, a alfabetização estética e ética. E como consequência da tomada consciência de si, adquire a criança/jovem também um valor fundamental para a cidadania: o respeito pelos limites do outro.





Atividades desenvolvidas





Publicações


  • Ália Rodrigues e Elisabete Cação (2011), ‘Projecto Pequena Infância’. Humanitas 63: 855-7.
  • Ália Rodrigues e Elisabete Cação (2011), ‘Projecto Pequena Infância’. Boletim de Estudos Clássicos 55: 147-9.
  • Elisabete Cação (2012), ‘Projecto Pequena Infância 2012’. Boletim de Estudos Clássicos 57: 156-7.
  • Ana Seiça, Elisabete Cação e Sofia Carvalho (2013), “O PI, o PI... já foi a Paris”. Boletim de Estudos Clássicos 58: 169-71.




Comunicações

  • Ália Rodrigues (2011/04/11), ‘Projecto PI: o mito clássico como terapia’, no âmbito do colóquio Opera in Fieri, organizado pelo Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
  • Workshop “Medicina & Narrativa - Comentário e Reflexão Teorizante”, organizado pelo Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, a 12 de Dezembro de 2011.
  • Ana Seiça e Elisabete Cação (2013/07/08), ‘Le Projet Pi – une expérience théatrale’, no âmbito do VIII Congresso Internacional IDEA Paris 2013, na Université Paris 7 Diderot, Paris.
  • Elisabete Cação e Ana Seiça (2013/11/30), ‘Classics outside Academy: The Pi Project - Performance of Ancient Myths in Hospitals and Children’s Institutions’, no âmbito da jornada Classics in Communities: Ancient Languages 2014 and Beyond, organizada pelas Universidades de Oxford e Swansea e pelo Iris Project, no Corpus Christi College, Oxford.




Galeria de Imagens