a carregar...

RÓMULO CCVUC

RÓMULO – Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra

"Um céu mais que perfeito"

Tópicos: Escolhas de Carlos Fiolhais, Um céu mais perfeito : como Copérnico revolucionou o cosmos, Dava Sobel, Carlos Fiolhais.

8 de Fevereiro 2013
ecf_um_ceu_mais_perfeito_capa.jpg


Autor:  Dava Sobel 
Título: Um céu mais perfeito : como Copérnico revolucionou o cosmos
Editora: Temas e Debates
Ano: 2012
Assunto: Nicolau Copérnico, 1473-1543 (vida e obra) 

Esta obra encontra-se disponível nas Bibliotecas da Universidade de Coimbra.

SINOPSE DO LIVRO

Na história da ciência e da civilização, Nicolau Copérnico ocupa uma posição singular. Nascido na Polónia em 1473, foi educado para ser cónego da Igreja Católica e estudou medicina, mas a sua paixão secreta era a astronomia. Em 1514, o tímido clérigo já fizera circular um esboço inicial da sua teoria heliocêntrica – em que desafiava a visão de Ptolomeu e posicionava o Sol no centro do universo, com a Terra a movimentar-se à sua volta

Durante as duas décadas seguintes, Copérnico desenvolveu a sua teoria mediante centenas de cálculos e observações – sem o auxílio de instrumentos dotados de lentes – enquanto coligia um manuscrito que atiçava a curiosidade de matemáticos e cientistas de toda a Europa. Porém, receando o ridículo, Copérnico recusava-se a publicá-lo.

Em 1539, um jovem matemático alemão, Georg Joachim Rheticus, atraído pelo rumor de que o manuscrito continha a semente de uma revolução científica que rivalizava com a Reforma de Martinho Lutero, viajou até à Polónia para se encontrar com Copérnico. Embora Rheticus fosse adepto da Reforma, sendo portanto proibida a sua presença na diocese católica de Copérnico, passou dois anos a colaborar com o mentor e, em seguida, levou a obra a um impressor de Nuremberga, para ser publicada. Essa obra – Das Revoluções dos Corpos Celestes – mudou para todo o sempre o lugar da humanidade no universo.

No seu estilo cativante, Dava Sobel faz a crónica das personalidades em conflito e das extraordinárias descobertas que deram forma à revolução coperniciana. Tal como nos seus bestsellers Longitude e A Filha de Galileu, Dava Sobel expande os limites da narrativa, oferecendo-nos um retrato inesquecível de uma realização científica num contexto de convulsão religiosa e social.