Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Ciencia às Seis! (2ª temporada) : "Impacto dos Metais na Expressão Genética"

Publication date: 01-03-2018 12:48

Ciencia às Seis 2ª temporada Impacto dos metais na expressão genética

Na próxima 4ª feira, dia 7 de março de 2018, pelas 18h00, tem lugar no RÓMULO Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra mais uma palestra do Ciclo "Ciência às Seis" (2ª temporada) intitulada "Impacto dos Metais na Expressão Genética" com Cláudia Rodrigues Pousada, uma das mais destacadas cientistas portuguesas com 40 anos de carreira de investigação, Professora Catedrática do Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier (ITQB). Recebeu em 2016 a Medalha de Mérito para a Ciência, atribuída pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.


RESUMO DA PALESTRA:

"A capacidade para a adaptação a alterações das condições intra e extracelulares constitui um pré-requisito para a sobrevivência e evolução de um ser vivo. Os mecanismos moleculares responsáveis por esta adaptação são muito conservados na natureza e permitem que a célula tenha a plasticidade necessária para se ajustar às sucessivas alterações ambientais, um acontecimento homeostático designado por resposta ao stress. No meu laboratório estudamos estes mecanismos na levedura Saccharomyces cerevisiae, um eucarionte, que possui um programa complexo de expressão genética, quando exposta a uma plétora de alterações ambientais como por exemplo vários metais. Entre estes estão as altas concentrações de cobalto, de ferro, os compostos de arsénio e o cádmio que é muito tóxico. A homeostase das células de levedura é exercida através de um mecanismo altamente coordenado da regulação da transcrição, para o que são necessários vários factores, que podem actuar individualmente ou em combinação para levar a cabo funções específicas. Através da transdução de sinais produzidos pelo stress, assiste-se a uma reprogramação genética que por um lado leva a uma paragem transitória dos processos normais celulares e por outro lado a um aumento da expressão dos genes que codificam as proteínas de «stress». Destas proteínas fazem parte as «chaperones moleculares» que são responsáveis por manter a correcta estrutura das proteínas incluindo a dos factores de transcrição que modulam a expressão genética bem como uma diversa rede de outras proteínas que exercem funções diferentes. Para além dos diferentes factores de transcrição são também relevantes as modificações pós-transcricionais e pós traducionais. Nós estudámos uma família de genes que exercem uma função transcricional e que é designada pela família Yap, que contém 8 proteínas (Yap-1…Yap8). Nesta conferencia vou falar do factor Yap8 que é activado pelos compostos de arsénio que embora tóxicos são utilizados no tratamento de algumas doenças."


ENTRADA LIVRE 
Público-alvo: Público em geral

*Fotografias do evento*

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Cartaz > – < Programa > – < Facebook >

Contactos: Maria Manuela Serra e Silva – ccvromulocarvalho@gmail.com / 239 410 699