a carregar...

UC.PT

Imprensa da Universidade

O processo de somatização

Conceitos, avaliação e tratamento

O processo de somatização

Autor: Manuel João Quartilho
Língua: Português 
ISBN: 978-989-26-1148-8
ISBN Digital: 978-989-26-1149-5
DOI: http://dx.doi.org/10.14195/978-989-26-1149-5
Editora: Imprensa da Universidade de Coimbra
Edição: 1.ª  
Data: Março 2016
Preço: 22,26 €
Dimensões: 245 mm x 200 mm 
N.º Páginas: 506


Sinopse:

Amplamente reconhecido como um importante problema de saúde pública, associado a sofrimento individual e interpessoal, a somatização continua a ser um problema não resolvido pela medicina. Talvez porque teime em habitar nas suas margens e desafie soluções que a medicina não possui, entre outras razões plausíveis. É uma região clínica largamente ignorada, na presunção fatalista de que os doentes, que “não estão doentes”, devem conviver tranquilos com o padrão sintomático que os caracteriza. Daí que a somatização constitua uma repetida fonte de insatisfação para o doente e uma experiência frustrante para o médico, dadas as dificuldades que caracterizam a relação entre ambos e a ineficácia habitual das intervenções terapêuticas. O silêncio tácito da somatização na prática clínica é todos os dias rompido por este ruído descontente, nos Cuidados Primários e no Hospital Geral. É um silêncio sobretudo alimentado por uma orientação médica demasiado convencional, proferindo que os doentes “não têm nada”. Ora, uma das principais assunções deste livro pode resumir-se à ideia de que os doentes têm motivos compreensivos e legítimos, em contextos biográficos, sociais e culturais muitas vezes alheios à avaliação clínica tradicional, para recorrerem à metáfora somática.

carrinhodecompras