a carregar...

UC.PT

Imprensa da Universidade

Nas Margens do Hindustão. O Estado da Índia e a expansão mogol ca. 1570-1640

NasMargensHindustao

Autor: Jorge Flores
Língua: Português
ISBN: 978-989-26-0976-8
ISBN Digital: 978-989-26-0977-5
DOI: http://dx.doi.org/10.14195/978-989-26-0977-5
Editora: Imprensa da Universidade de Coimbra
Edição: 1.ª
Data: Julho 2015
Preço: 25,44 €
Dimensões: 230 x 160 mm
N.º Páginas: 566

Sinopse:

Nascido em 1526 pela mão de Babur, dominando Agra e Deli, o império mogol haveria de crescer paulatinamente nos dois séculos que se seguiram. A sua dimensão máxima foi alcançada em 1689, quando chegou a dominar Jinji, no extremo sul da Índia. Nesse preciso momento, o espaço político do império quase se confundia com a própria geografia física do subcontinente. O encontro entre portugueses e mogóis representava, à partida, uma improbabilidade. Mas a expansão dos últimos, sistemática desde o último terço do século XVI, transformou a improbabilidade em inevitabilidade. Como é que em Goa, capital do Estado da Índia, se encarou tal fenómeno? Como é que, entre ca. 1570-1640, os portugueses lidaram com a avassaladora progressão do império mogol para sul e em direcção ao mar? É este o ponto nevrálgico da presente obra: esmiuçar o modo como o Firangistan enfrentou o alargamento do Hindustan, estudar como se estabeleceu, imaginou e evoluiu a fronteira entre ambos. Escorado num significativo conjunto de fontes da época, este livro constitui uma sólida investigação acerca das inesperadas relações de vizinhança entre mogóis e portugueses, no quadro das questões específicas que os estudos sobre a fronteira consagraram.

carrinhodecompras