a carregar...

UC.PT

Imprensa da Universidade

Geografia física e riscos naturais

Geografia Física e Riscos Naturais

Autor: Fernando Rebelo
Língua: Português
ISBN: 978-989-26-0054-3
ISBN Digital: 978-989-26-0188-5
DOI: http://dx.doi.org/10.14195/978-989-26-0188-5
Editora: Imprensa da Universidade de Coimbra
Edição: 1.ª
Data: Maio 2010
Preço: 10,50 €
Dimensões: 240 mm x 170 mm
N.º Páginas: 215

Sinopse:

Geografia física e riscos naturais recupera dez pequenos trabalhos de investigação publicados pelo autor entre 2001 e 2008, que são revistos e aumentados, e acrescenta-lhes um capítulo inédito, bem como as versões integrais de duas entrevistas concedidas recentemente.

Salientam-se trabalhos precursores na área dos riscos naturais elaborados por diversos geógrafos portugueses, onde começa a aparecer a linguagem do risco, que logo se vai desenvolver num capítulo sobre a teoria do risco, apresentada, preferencialmente, a partir de casos de estudo bem conhecidos em Portugal. No respeitante à tipologia do risco, destacam-se riscos geomorfológicos, através de exemplos relacionados com movimentos de massa ocorridos tanto no território continental como na ilha de São Jorge, mas também de riscos de cheias e inundações, exemplificados com o caso do Baixo Mondego nas proximidades de Coimbra. Os vários riscos que se podem estudar nos litorais, aparecem com exemplos mais ou menos conhecidos do grande público, a várias escalas e em diversos locais do planeta, tal como, à escala da costa ocidental do nosso país, com o exemplo do risco de sedimentação na laguna de Aveiro. Os riscos ambientais são igualmente tratados, embora numa perspetiva geográfica, que implica o conceito de zonalidade e o de mudanças climáticas. Finalmente, a associação constante e exagerada dos conceitos de risco e de catástrofe, leva a uma reflexão sobre as três verdadeiras catástrofes que se verificaram em Portugal nos três últimos séculos.

A introdução da obra refere-se à Geografia Física e a sua conclusão aos Riscos Naturais. Assim, de início, expõe-se uma metodologia que irá estar subjacente à maior parte dos trabalhos sobre riscos e, no fim, discute-se o que deverá ser um novo olhar sobre estes mesmos riscos.

Não se pretende oferecer ao leitor uma bibliografia exaustiva sobre riscos naturais, mas as referências bibliográficas são em número elevado.

Os textos das referidas entrevistas são dados a conhecer em anexos.

Sumário e Prefácio - PDF

carrinho3