a carregar...

UC.PT

Imprensa da Universidade

Vítimas e violências na Lisboa da I República

Autora: Maria Rita Lino Garnel
Língua: Português
ISBN: 978-989-8074-04-1
ISBN Digital: 978-989-26-0504-3
DOI: http://dx.doi.org/10.14195/978-989-26-0504-3
Editora: Imprensa da Universidade de Coimbra
Edição: 1.ª
Data: Maio 2007
Preço: 20,00 €
Dimensões: 240 mm x 170 mm
N.º Páginas: 474


Sinopse:

Vítimas e violências na Lisboa da I República é um livro que ambiciona responder a duas questões principais: apurar o papel da violência nas relações sociais e perceber o que, na Lisboa desse tempo, significava ser vítima, quem era ela, o que fazia, porque o fora e como era olhada pelos poderes. A investigação apoiou-se numa fonte inexplorada: os exames diretos e de sanidade efetuados, pelos peritos do Instituto de Medicina Legal de Lisboa, às vítimas de crimes contra a segurança, nos anos de 1912 e de 1926. A investigação conclui que a vítima, ainda que fosse essencial a afirmação do poder, foi muito pouco considerada, quer pelo Direito, quer pela Medicina Legal, saberes e poderes mais preocupados com a repressão do agressor. A origem popular, a profissão, o comportamento, o traje, o analfabetismo e a linguagem reforçavam a convicção de que pouco separava o ofendido do ofensor, ambos encerrados num mesmo mundo de desvio. E para assegurar o monopólio da violência pelas elites no poder, à medida que a violência popular era criminalizada, escondia-se e esquecia-se a dimensão sociabilitária da agressão.

Sumário e Introdução - PDF

carrinho3