a carregar...

UC.PT

Imprensa da Universidade

Metafísica

Autor: Luís António Verney • Amândio Coxito (Trad.)
Língua: Português/Latim
ISBN: 978-989-8074-50-8
ISBN Digital: 978-989-26-0360-5
DOI: http://dx.doi.org/10.14195/978-989-26-0360-5
Editora: Imprensa da Universidade de Coimbra
Edição: 1.ª
Data: Junho 2008
Preço: 26,25 €
Dimensões: 240 mm x 170 mm
N.º Páginas: 404

Sinopse:

A Metafísica de Verney propõe-se sobretudo analisar, numa perspetiva empirista, certos conceitos da metafísica tradicional (ente e não-ente, essência, substância, modos, relação, existência, subsistência, finito e infinito, necessário e contingente, causa e efeito, e ainda outros). Aquela perspetiva está presente, por exemplo, na concepção da essência real: esta não é o conjunto de notas fixas manifestadas pela definição (como supunha a concepção aristotélico-escolástica), mas o conjunto de todos os atributos concretos dos entes, pelo que a essência real nos é desconhecida; apenas podemos ter conhecimento da essência nominal ou metafísica, ou da que percebemos pela palavra com que significamos uma coisa. Mas as palavras possuem para nós uma significação que é dependente das nossas possibilidades de conhecer. Deste modo, a essência nominal inclui apenas um conjunto de ideias mais conhecidas que supomos constituírem a essência real, conjunto esse que as palavras nos dão a conhecer em função da nossa experiência; mas, sendo esta experiência variável, o conjunto de ideias que ela nos possibilita pode “diminuir ou aumentar”, podendo, por isso, variar a essência metafísica. Esta doutrina de cariz empirista de Verney aparece associada na sua obra a uma crítica contundente da metafísica escolástica e, por outro lado, a uma exaltação das propostas filosóficas dos “modernos”, em particular no domínio da filosofia natural. E isso é realizado através de uma expressão latina muitas vezes elegante, o que significa que o nosso autor se propôs imitar os bons modelos da Antiguidade.

Introdução e Índice - PDF

carrinho3