a carregar...

Jardim Botânico

Universidade de Coimbra

O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra

porta

Visitar um jardim botânico é como viajar pelo planeta sem sair da cidade. As coleções de plantas que preenchem cada espaço transportam-nos para diferentes latitudes e regiões do mundo, transformando o Jardim num verdadeiro museu vivo.

O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, localizado no coração da cidade de Coimbra desde 1772, por iniciativa do Marquês de Pombal, estende-se por mais de 13 ha em terrenos que na sua maior parte foram doados pelos frades Beneditinos.

Os jardins botânicos surgem na Europa como consequência da expansão europeia do século XV. O contacto com plantas e animais exóticos despertou o interesse pelo seu estudo. Exemplo disso foi o português Garcia da Orta que no séc.XVI viajou para a Índia e se dedicou ao estudo das propriedades terapêuticas das plantas, publicando dois importantes ensaios.

O século XVIII é marcado por uma revolução de mentalidades e por grandes avanços na ciência, nomeadamente no campo da Medicina. Assim, o Jardim Botânico de Coimbra foi criado com o objetivo de complementar o estudo da História Natural e da Medicina. Tendo tido como primeiro responsável Domingos Vandelli destaca-se, a partir de 1791, o papel desempenhado pelo naturalista e botânico Avelar Brotero com várias publicações científicas, entre as quais a primeira Flora Lusitana (1804). Este investigador português deu início à primeira escola prática de Botânica.

Brotero


A publicação do Index Seminum (catálogo de sementes) desde 1868 e até hoje anualmente atualizado, incluiu variedades exóticas e portuguesas muito diversificadas. Atualmente, o Index Seminum está suspenso para reformulação e ativação de um banco de sementes e germoplasma.  (esta informação está actual?) Estas novas valências permitir-nos-ão continuar a salvaguardar espécies que se encontram em risco de extinção no seu habitat natural. O jardim cumpre assim a suas funções no âmbito da conservação da natureza.

No domínio educativo, o Jardim Botânico da Universidade de Coimbra promove programas de educação ambiental e cultural, sensibilizando os cidadãos para questões ligadas às temáticas ambientais e à adoção de comportamentos cívicos. O Jardim é também um espaço de tranquilidade, repleto de recantos que nos convidam simplesmente a um passeio.

Colaboração internacional

O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra é membro da Associação Ibero-Macaronésica de Jardins Botânicos e da Botanical Gardens Conservation International (BGCI).