a carregar...

Jardim Botânico

noticias

No Trilho dos Naturalistas, novamente em exibição na RTP2

Publication date: 21-07-2016 09:48

A emissão da série “No trilho dos naturalistas” vai ser retomada próximo sábado, depois de uma pausa devida aos Jogos Olímpicos, na RTP2.

O terceiro episódio, dedicado às “Viagens philosophicas”, é transmitido dia 27 de Agosto (sábado) às 20h15, e o último episódio da série, sobre São Tomé e Príncipe será emitido dia 3 de Setembro (sábado) às 20h05, ambos na RTP2.

Dias 3 e 4 de setembro (sábado e domingo) poderão ver novamente os dois primeiros episódios desta série, dedicados a Moçambique e Angola, às 14 horas, também na RTP2.

“No trilho dos naturalistas” é uma série documental de quatro episódios, realizada por cinco realizadores portugueses que tem como ponto de partida a história das expedições botânicas em África, realizadas por naturalistas da Universidade de Coimbra desde o século XVIII.

O Director do Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, Dr. António Gouveia foi o coordenador desta produção.

Produzida pela TERRATREME em parceria com o Centro de Ecologia Funcional / Centre for Functional Ecology da Universidade de Coimbra, “No trilho dos naturalistas” conduz-nos por Angola, Moçambique e São Tomé e pelo legado produzido pelas Viagens Filosóficas e fala-nos sobre a diversidade e a ecologia das plantas nos distintos países, o funcionamento dos ecossistemas tropicais e as relações dos seres humanos com o ambiente.

O primeiro episódio é emitido dia 23, às 20 horas, na RTP2.

Datas de exibição

23 Julho, 20 horas, RTP2 - Moçambique


No Trilho dos Naturalistas – Moçambique aborda quatro dos ecossistemas mais relevantes do território moçambicano: o mangal, os prados de ervas marinhas, os inselbergs e a floresta de miombo. Esta exploração é conduzida pelo Dr. Jorge Paiva e retraça o movimento da Missão Botânica de Angola e Moçambique de 1963/64, promovida pela Junta de Investigações do Ultramar.

30 de Julho, 20 horas, RTP2 - Angola

Em 1927, Luís Wittnich Carrisso, botânico e professor da Universidade de Coimbra parte para Angola para estudar a flora e recolher plantas para o Herbário de Coimbra. Em 1937, Luís Carrisso morre no deserto do Namibe, onde cerca de 80 anos antes Frederico Welwitsch encontrara a Welwitschia mirabilis, uma planta até então desconhecida para a ciência. Cerca de 80 anos depois da morte de Carrisso retraçamos a sua viagem, com o objetivo de falar da diversidade das plantas tropicais e das suas adaptações ecológicas desde a Floresta Tropical Húmida, no norte de Angola, ao Deserto do Namibe, no sul.


27 de Agosto, 20h15, RTP2 - Viagens Filosóficas


No Trilho dos Naturalistas – As Viagens filosóficas enquadra o desenvolvimento da ciência moderna em Portugal impulsionada pelo Marquês de Pombal e traduzida na realização das expedições filosóficas portuguesas no final do séc. XVIII. A par da narração das histórias da ciência viajamos pelos arquivos, herbáriose metodologias de estudo da botânica ao longo dos tempos.

3 de Setembro, 20 horas, RTP2 - São Tomé e Príncipe


Há 15 milhões de anos uma erupção vulcânica deu origem a uma nova ilha no Oceano Atlântico, sobre a linha do equador. Aos poucos desenvolveu-se sobre ela um sistema ecológico complexo, a Floresta Tropical de Chuva. Como chegaram as plantas à ilha? E como funciona este ecossistema? Uma viagem a São Tomé, à descoberta do presente, retraçando a exploração botânica da ilha feita pelo naturalista Adolfo Frederico Moller em 1885.