a carregar...

Jardim Botânico

Outras atividades

Dia do Fascínio das Plantas

Publication date: 12-05-2017 14:23

18 de Maio, no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra

Cartaz Dia do Fascínio das Plantas

O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra associa-se mais uma vez ao Dia Internacional do Fascínio das Plantas, com várias atividades que irão decorrer ao longo do próximo dia 18 de Maio.

O Dia Internacional do Fascínio das Plantas celebra-se de dois em dois anos, sendo esta a quarta edição. Este evento tem como objetivo divulgar o trabalho de cientistas, agricultores, horticultores ou silvicultores, e descobrir a importância de as estudar e o impacto na melhoria da agricultura, na produção sustentável de alimentos e de bens não-alimentares (papel, madeira, químicos, fármacos ou energia), para além do papel determinante das plantas na conservação do meio ambiente.

O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra está a organizar um conjunto de atividades, abertas ao público em geral, que vão desde encontros com cientistas ao lançamento de um livro.

Programa:

10h-12h

Consultório Botânico – Quiosque do Terraço Júlio Henriques (junto ao portão dos Arcos)

Traga a sua planta e descubra mais sobre ela com a equipa do Jardim Botânico: saiba que espécie é e que cuidados deve ter com ela.

14h -16h

Plantas Carnívoras – Recanto Tropical

O que são plantas carnívoras e o que as distingue das outras? Venham explorar o Recanto Tropical em busca destas espécies, e descubram se elas mordem.

Plantas Mágicas – Quadrado Central

Algumas plantas parecem ter propriedades mágicas. Sejam o Harry Potter por um dia e aprendam connosco os poderes que elas escondem.

Porque estudo plantas? – Avenida Central

Alguns investigadores dedicam a sua vida ao estudo das plantas, venham conhecê-los e perceber o seu fascínio e o trabalho que desenvolvem.

  • Camarinha: muitas flores dão bons frutos

 A Camarinha é uma planta dióica cujas plantas femininas e masculinas crescem misturadas nas dunas das nossas costas. Esta planta produz o máximo de frutos possível em cada ano. Venha descobrir como.


  •  Bugalhos, bugalhas e galhas

 Os bugalhos passam facilmente despercebidos ao olhar da maioria das pessoas, mas são pequenos ecossistemas onde se estabelecem complexas interações tróficas entre insectos e plantas. Esta complexidade e a sua grande especificidade faz com que os bugalhos sejam um importante aliado na luta contra as plantas invasoras, uma vez que podem ser utilizados para controlar estas plantas sem afectar outras espécies de plantas não-alvo. Venham conhecer um pouco destes mundos fantásticos!


  • A aparência não é tudo: o que é uma espécie e como se pode formar

A formação de novas espécies é recorrente nas plantas. Muitas destas novas entidades, apesar de serem reprodutivamente isoladas, são taxonomicamente classificadas como a mesma espécie uma vez que podem ser morfologicamente muito similares. O objetivo do meu estudo é perceber se uma “espécie” é composta por espécies diferentes ou uma única espécie em que as plantas se reproduzem originando descendência fértil.

15h30 – 17h

Plantar o Mundo No Jardim - saída Quiosque do Terraço Júlio Henriques

Acompanhe-nos na plantação de algumas espécies oriundas dos quatro cantos do mundo, conhecer as suas origens e características. Uma das mais fascinantes é o Eucalyptus deglupta, mais conhecido por Eucalipto arco-íris.

17H - 18H

Visita às Escolas Médicas

O Professor António Xavier Coutinho irá ser o guia desta viagem pelo mundo das plantas medicinais, explicando não só as suas propriedades mas também as suas histórias. Esta visita necessita de inscrição prévia, que poderá ser feita no Quiosque do Terraço Júlio Henriques e está limitada a 25 participantes.

Outras Actividades

Ao longo de todo o dia os visitantes poderão fazer um peddy paper, levantando um questionário no Quiosque, e explorar as espécies e recantos do Jardim, de forma autónoma.

A Bruáa Editora associou-se ao evento, com a leitura do conto infantil O Jardim de Babaï, numa sessão reservada para os alunos do Jardim de Infância dos SASUC.

Lançamento do livro “Tardio”, de Rosa Oliveira

A partir das 18 horas, no Terraço Júlio Henriques, Pedro Mexia apresenta o livro de poesia “Tardio”, de Rosa Oliveira, com leituras de alguns dos textos por Luís Januário e Luís Quintais.

A entrada é livre.