a carregar...

Em Forma

em redesem titulo







     
O que pode fazer…

- evite passar cabos ou extensões em vias de circulação, debaixo de tapetes, nas janelas ou encostados ao mobiliário;

- os cabos não podem ser fixados nem conduzidos por pregos, agrafos ou ganchos;

- não enrole cabos, em mau estado, que estejam a ser utilizados;

- siga as instruções determinadas pelo fabricante: preste particular atenção à eventual necessidade de “ligação à terra”, mesmo nos circuitos de iluminação;

- sempre que possível evite o uso de blocos multi-tomadas, fichas triplas e afins ligados em série;

- certifique-se que utiliza extensões adequadas a cada situação (exterior/interior) e de potência igual ou superior ao que a elas se encontra ligado;

- nunca force a entrada de uma ficha numa tomada: “o equipamento tem sempre razão!”;

- quando ligar um equipamento certifique-se que a ficha está completamente inserida na tomada, evitando assim a criação de arcos eléctricos (“faíscas”);

- nunca desligue os equipamentos puxando pelos cabos mas sim segurando firmemente a ficha;

- retire das tomadas as fichas dos equipamentos que não estão habitualmente em uso pois para além de reduzir o risco de acidente, pode reduzir o consumo de energia do stand-by de alguns equipamentos;

- verifique regularmente tomadas, fichas, cabos e extensões procurando sinais de deterioração ou uso inadequado;

- se detectar tomadas ou interruptores muito quentes, desligue o circuito e procure apoio técnico;

- se o equipamento elétrico não funcionar correctamente ou libertar um odor estranho, desligue-o e procure apoio técnico;




Sem riscos elétricos


Sabia que…

… os acidentes elétricos, em Portugal, perfazem 3% do total de acidentes domésticos e de lazer?

… se uma parte do corpo entrar em contacto com um circuito elétrico, a corrente entra num determinado ponto e sai através de outro, podendo causar dores, queimaduras, destruição de tecidos, nervos, músculos e até morte?

… quanto mais tempo a corrente percorrer o corpo mais graves os danos?

…as lesões são menos severas quando a corrente não atravessa centros nervosos ou órgãos vitais?