a carregar...

CDC

Centro de Dramaturgia Contemporânea

Sessões Públicas

2016 | 2015


2016

12 de Janeiro
(Tio)Vânia // Howard Barker

Barker apresenta uma visão alternativa à peça de Tchékhov com o mesmo nome. No seu texto, Barker faz Tchékhov entrar no mundo de Vânia e revelar o desdém que tem por ele. As peças de Howard Barker são conhecidas pela destemida exploração de poder, sexualidade e motivação humana. Os seus textos transbordam com linguagem rica, ideias desafiantes, história, beleza, violência e comédia imaginativa, todas reunidas dentro dos extremos da experiência humana para criar uma experiência teatral poderosa e atraente.

Ler mais...

02 de Fevereiro
O Ano de Ricardo // Angélica Liddell

2015

06 de Outubro
Comunidade // Luiz Pacheco

Um texto autobiográfico sobre a sua vida errante, sem destino, em afronta contra um aburguesamento dos seus (nossos) contemporâneos. Escreve sobre a sua tribo, a sua família que mal cabe num único colchão cheio de pulgas. Mas é nesse lugar de confusão de corpos e suor, que vai buscar a força vital da sua escrita, a força que permite resgatar a sua vida, e vislumbrar a possibilidade poética na banalidade deste seu quotidiano.Ler mais... 

Um texto autobiográfico sobre a sua vida errante, sem destino, em afronta contra um aburguesamento dos seus (nossos) contemporâneos. Escreve sobre a sua tribo, a sua família que mal cabe num único colchão cheio de pulgas. Mas é nesse lugar de confusão de corpos e suor, que vai buscar a força vital da sua escrita, a força que permite resgatar a sua vida, e vislumbrar a possibilidade poética na banalidade deste seu quotidiano.

Ler mais... 


03 de Novembro
A Máquina Tchékhov // Matéi Visniec

Anton Tcékhov, moribundo, recebe a visita das suas próprias criaturas. Este é o caminho que nos propõe Matéi Visniec a fim de mergulharmos no universo desse grande autor que ele respeita e admira. Nesta peça caracterizada por surpreendentes traços surrealistas, Matéi Visniec mistura ficção, biografia, homenagem e reflexão sobre o ato de escrever.

Ler mais...

01 de Dezembro
Horácio e a Máquina Hamlet // Heiner Müller

"O meu lugar, caso o meu drama se tivesse realizado, seria dos dois lados da frente, entre as frentes, por cima. Encontro-me no odor da transpiração da multidão e atiro pedras a polícias, soldados, blindados, vidros à prova de bala." Heiner Müller é personalidade de referência obrigatória na dramaturgia alemã. As suas obras históricas, revolucionárias e convulsivas identificam-se de tal modo com a construção da história alemã e do mundo contemporâneo que nele se incorporou uma espécie de "voz da Alemanha" e da modernidade.

Ler mais...