Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

As lições de philosophia chimica de Joaquim Augusto Simões de Carvalho na ciência do seu tempo

Joaquim Augusto Simões de Carvalho (1822-1902) é uma referência incontornável na história da ciência na Universidade de Coimbra e, em particular, da Faculdade de Filosofia.  Nomeado professor adido em 1844 e opositor em 1849, foi demonstrador de diversas cadeiras até à nomeação para lente substituto em 1855 e mais tarde, em 1959, catedrático, tendo jubilado em 1879. Para além da Memória Histórica da Faculdade de Philosophia, editada por altura do centenário da criação da Faculdade de Filosofia, foi autor de um diversificado conjunto de trabalhos de divulgação científica e de um livro dedicado ao que designou como Filosofia Química: a Química considerada nos seus princípios, em suas leis e em suas teorias. As Lições de Philosophia Chimica, cuja segunda edição foi durante algum tempo de aquisição obrigatória com a matrícula no curso de Filosofia, acompanham a evolução do pensamento químico da época, mostrando de forma indirecta um notável domínio dos aspectos práticos e laboratoriais da química da altura. O presente trabalho tem como objectivo contribuir para a análise  do pensamento químico de Joaquim Augusto Simões de Carvalho no contexto da ciência e do ensino da química do seu tempo.