Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Fontes e obras de consulta

I - Fontes manuscritas

1. Arquivo da Universidade de Coimbra

Livro de Matrículas, nºs 11-47, 1784-1819.

Assento dos Exames dos Estudantes do Curso Matemático, nºs 1-5, 1773-1820; 1835-36; 1838-39.

Assentos dos Exames dos Estudantes do Curso de Filosofia, 1793-94 a 1797-98.

2. Arquivo Geral da Marinha

Academia Real de Marinha, C.3, 1801-1834; C. 4, 1835-1843.

Academia Real de Marinha. Lentes. Processo individual de Francisco Simões Margiochi, C. 5, 186-1833.

II - Fontes impressas e obras de consulta

Abreu, José Maria de – Legislação académica (1772-1850), vol. I, Coimbra, Imprensa da Universidade, 1894

Actas das congregações da faculdade de filosofia (1772-1820), Coimbra, Universidade de Coimbra, 1978

Actas das congregações da faculdade de matemática (1772-1820), 2 vols., Coimbra, Arquivo da Universidade de Coimbra, 1978

Aguilar Piñal, Francisco – La universidad de Sevilla en el siglo XVIII. Estudio sobre la primera reforma universitária moderna, Sevilha, Publicaciones de la Universidad, 1969

Albuquerque, António Tavares – Indice alfabetico e remissivo dos trabalhos parlamentares das cortes geraes da nação portugeza, 2 vols., Lisboa, Imprensa Nacional, 1901-1903

Albuquerque, Luís de – O ‘Reino da Estupidez’ e a reforma pombalina, Coimbra, Atlântida, 1975

Andrade, A. A. Banha de – Contributos para a história da mentalidade pedagógica portuguesa, Lisboa, Imprensa Nacional, 1982

Andrade, José Maria Dantas Pereira de – Memoria para a historia do grande marquês de Pombal, no concernente à marinha: sendo a de guerra o principal objecto considerado, Lisboa, Academia Real das Sciencias, 1832

Astro da Lusitânia, nº 106, Lisboa, 1821

Aurélio, Diogo Pires – “Geografia e história dos saberes”, Prelo, nº 6, Lisboa, 1985, pp. 3-8

Ayres, Cristovam – Historia orgânica e politica do exercito portuguez (Provas), Lisboa, Imprensa Nacional, 1910

Baker, Keith Michael – Condorcet. From natural philosophy to social mathematics, Chicago, The University of Chicago Press, 1975

Balbi, Adrien – Essai statistique sur le royaume de Portugal et d’Algarve, 2 vols., Paris, Ed. Rey et Gravier, 1822

Berge, Claude – “Matemática e literatura: algumas novas interferências”, Revista de Ciência, Tecnologia e Sociedade, nºs 7/8, Lisboa, 1989, pp. 46-52

Bobbio, Norberto e Bovero, Michelangelo – Sociedad y Estado en la filosofía política moderna. El modelo iusnaturalista y el modelo hegeliano-marxiano, Fondo de Cultura Económica, 1986

Braga, Teófilo – Historia da universidade de Coimbra nas suas relações com a instrução publica portugueza, ts. III-IV, Lisboa, Academia Real das Sciencias, 1898-1902

Calatayud Arinero, Maria de los Angeles – Catalogo de las expediciones y viages científicos españoles a America y Filipinas (siglos XVIII y XIX), Madrid, Consejo Superior de Investigaciones Cientificas, 1984

Câmara, Benedita Cardoso – Do agrarismo ao liberalismo. Francisco Soares Franco. Um pensamento crítico, Lisboa, INIC, 1989

O Campeão Português, vol. III, nº XXXI, Lisboa, Fevereiro, 1821

Carvalho, Rómulo de – “As ciências exactas no tempo de Pombal”, in Como interpretar Pombal?, Lisboa, Edições Brotéria, 1983, pp. 215-232

-------------------------- - A história natural em Portugal no séc. XVIII, Lisboa, ICALP, 1987

------------------------- - “O recurso a pessoal estrangeiro no tempo de Pombal”, in O marquês de Pombal e o seu tempo, Coimbra, Revista de História das Ideias, 1982, t. I, pp. 91-115

Castro, Zília Osório de – História Cultural e Política de um vintista, 2 vols, Lisboa, INIC, 1986

Cidade, Hernâni – Cultura portuguesa, vols. XI-XII, Lisboa, ENP, 1974

O Conimbricense, nºs 1243; 1244, Coimbra, 1865

Crépel, Pierre – “Condorcet, un mathématicien du social”, La Recherche, nº 207, Paris, 1989, pp. 248-249

Cruz, Lígia – Pina Manique e a universidade de Coimbra, Coimbra, Publicações do Arquivo da Universidade de Coimbra, 1984

Cruzeiro, Maria Eduarda – “A reforma pombalina na história da universidade”, Análise Social, 3ª série, vol. XXIV, nº 100, Lisboa, 1988, pp. 165-210

Dhombres, Nicole e Jean – Naissance d’un nouveau pouvoir: sciences et savants en France (1793-1824), Paris, Éditions Payot, 1989

Diario das cortes geraes, extraordinárias, e constituintes da nação portugueza, Lisboa, Imprensa Nacional, 1821-1822

Diario das cortes geraes e extraordinárias da nação portugueza, Lisboa, Imprensa Nacional, 1823

Diario do Governo, nºs 214; 267, Lisboa, 1835

Dias, J. S. da Silva – “Portugal e acultura europeia (sécs. XVI a XVIII)”, Biblos, vol. XXVIII, Universidade de Coimbra, 1952, pp. 203-498

Dias, Graça e J.S. da Silva – Os primórdios da maçonaria em Portugal, vol. I. ts. I-II, Lisboa, INIC, 1980

Diccionario de historia de la ciência (dir. de W. F. Bynum, E.J. Browne e Roy Porter), Barcelona, Editorial Herder, 1986

Ehard, Jean – “História das ideias e história social em França no séc. XVIII. Reflexões de método”, in Níveis de cultura e grupos sociais, Lisboa, Edições Cosmos, 1974, pp. 217-238

O Espectador. Jornal semanário de literatura e crítica, nº 1, Lisboa, 1816

Estatutos da universidade de Coimbra (1772), Liv. III, Coimbra, Por Ordem da Universidade, 1972

Freire, Francisco de Castro – Memoria histórica da faculdade de matemática, Coimbra, Imprensa da Universidade, 1872

Fronteira e Alorna (Marquês de) – Memórias, 5 vols., Lisboa, Imprensa Nacional, 1986

Funchal, (Marquês do) - O Conde de Linhares, Lisboa, Ed. Autor, 1908

Gazeta de Lisboa, 1798; 1801; 1819; 1823; 1826

Gomes, Joaquim Ferreira – “Pombal e a reforma da universidade”, in Como interpretar Pombal?, Lisboa, Edições Brotéria, 1983, pp. 235-251

Gonçalves, J. Vicente – “Relações entre anastácio da Cunha e Monteiro da Rocha”, in Memórias da Academia das Ciências de Lisboa, (cl. de ciências), t. XXI, 1976-1977

Gorjão, José Damásio Roussado – Galeria dos deputados das cortes geraes e extraordinárias e constituintes da nação portugueza (instauradas em 26 de Janeiro de 1821), Época I, Lisboa, Typographia Rollandiana, 1822

Hautefort, Ch.-V. D’ – Coup-d’oei sur Lisbonne et Madrid en 1814, suivi d’une notice sur l’état modern des sciences mathématiques et physiques en Espagne, Paris, Chez Delauny, 1820

Hazard, Paul – Crise da consciência europeia, Lisboa, Edições Cosmos, 1971, 2ª ed..

História e desenvolvimento da ciência em Portugal, 2 vols., Lisboa, Academia das Ciências de Lisboa, 1986

Irsay, Stenphen d’ – Histoire des universities françaises et éttrangères (du XVIe siècle a 1860), t.II, Paris, Éditions August Picard, 1935

Julia, Dominique e Revel, Jacques (org.), Les universités européennes du XVIe au XVIIIe siècle. Histoire social des populations étudiantes, Paris, Éditions de l’École des Hautes Études en Sciences Sociales, 1986

Kant, Emannuel – Le conflit des faculties, Paris, Jean Vrin, 1973, 3ª ed..

Khun, Thomas S. – The structure of scientific revolutions, Chicago, The University of Chicago Presse,, 1970, 2ª ed.

Lemos, D. Francisco de – Relação geral do estado da universidade (1777), Coimbra, Por Ordem da Universidade, 1980

Lenoble, Robert – “La nature mathématique de dAlembert et la mère nature de Diderot. L’euphorie newtonienne”, in Esquisse d’une histoire de l’idée de nature, Paris, Éditions Albin Michel, 1967

Marques, A. H. de Oliveira – Dicionário de maçonaria, 2 vols., Lisboa, Editorial Delta, 1986

Marques, Fernando Pereira – Exército e sociedade em Portugal. No declínio do antigo regime e advento do liberalismo, Lisboa, A Regra do Jogo, 1981

Motim Litterario, t. I, Lisboa, 1811

Nunes, Maria de Fátima – O liberalismo português: ideários e ciências. O universo de Marino Miguel Franzini (1800-1860), Lisboa, INIC, 1988

------------------------------ - “Notas para o estudo do periodismo científico: ‘Annaes das sciencias, das artes e das letras’, Cultura. História e Filosofia, vol. VI, Lisboa, 1987, pp. 661-682

Osório, J. Pereira – “Sobre a história e desenvolvimento da astronomia em Portugal”, in História e desenvolvimento da ciência em Portugal, vol. I, pp. 11-142

Peeira, José Esteves – “A Ilustração em Portugal”, Cultura. História e Filosofia, vol. VI, Lisboa, 1987, pp. 187-194

------------------------- - “Luzes”, in Dicionário Ilustrado de História de Portugal, vol.I , Lisboa, Edições Alfa, 1985, pp. 404-406

------------------------- - O pensamento político em Portugal no séc. XVIII. António Ribeiro dos Santos, 1983

Peset, José Luis – La influencia del barbadiño en los saberes filosóficos españoles, Sep. de Bracara Augusta, vol. XXVIII, Braga, 1974

Peset, Mariano e José Luis – La universidad española (siglos XVIII y XIX), Madrid, Taurus, 1974

Queirós, Francisco Alberto Fortunato – “Annaes das sciencias das artes e das letras (Paris, 1818-1822)”, 2ª Part., Revista de História, vol. VI, Porto, 1985, pp. 227-252

Ramos, Luís A. de Oliveira – Sob o signo das Luzes, Lisboa, Imprensa Nacional, 1988

Ribeiro, José Silvestre – Historia dos estabelecimentos scientificos, literários e artísticos de Portugal nos sucessivos reinados da monarchia, 18 vols. Lisboa, Academia Real das Sciencias, 1871-1893

Rodrigues, José Francisco – “Cultura e ciência em Portugal no século das luzes. A obra matemática de José Anastácio da Cunha”, Colóquio-Ciências, nº 1, Lisboa, 1988, pp. 74-86

Ruders, Carl Israel – Viagem em Portugal (1798-1802), Notas de Castelo Branco Chaves, Lisboa, Biblioteca Nacional, 1981

Salmon, Jean-Jacques – “A ciência na arena política”, Revista de Ciência, tecnologia e sociedade, nº 5, Lisboa, 1988, pp. 4-13

Santos, Clemente José dos – Documentos para a historia da cortes geraes da nação portugueza, t. I (1820-1825), Lisboa, Imprensa Nacional, 1883

Santos, Maria de Lurdes Costa Lima dos Santos – Intelectuais portugueses na primeira metade de oitocentos, Lisboa, Editorial Presença, 1988

Serrão, Joaquim Veríssimo – A universidade técnica de Lisboa, vol. I, Lisboa, Universidade Técnica de Lisboa, 1980

Serrão, Joel – “Cultura e ciência em Portugal no século das luzes. Evocação de José Anastácio da Cunha”, Colóquio-Ciência, nº1, Lisboa, 1988, pp. 70-73

Silva, Inocêncio Francisco da – “Biographia de Francisco Xavier Monteiro de Barros”, Archivo Pittoresco, vol.II, 1858-1859

Soriano, Simão José da Luz – Historia da guerra civil e do estabelecimento do governo parlamentar em Portugal, 1ª Época, ts. I, II; 3ª Época, ts. II, III, Lisboa, Imprensa Nacional, 1866-1879; 1881-1885

Stockel, Francisco de Borja Garção – Ensaio histórico sobre a origem e progresos das mathematicas em Portugal, Paris, Officina de P. N. Rongeron, 1819

Torgal, Luís Reis – Universidade, conservadorismo e dinâmica de mudança nos primórdios do liberalismo em Portugal, Coimbra (dactilografado), 1986

Torgal, Luis reis e Vargues, Isabel Nobre – A revolução de 1820 e a instrução pública, Porto, Paisagem Editora, 1984

Verdelho, Telmo dos Santos – As palavras e as ideias na revolução liberal de 1820, Coimbra, INIC, 1981

Vogel, Charles – Le Portugal et ses colonies, Paris, Guillaume et Ce, Libraires, 1860