a carregar...

UC.PT

História da Ciência na UC

Apresentação

Em 1772 o ensino das matemáticas e das ciências físicas e naturais conheceu um forte impulso com a Reforma Pombalina, que pretendeu romper com a neoescolástica e estabelecer o ensino experimental. Desde essa altura que o ensino dessas ciências passou a ter uma relação estreita com o ensino das ciências da saúde na Universidade de Coimbra, desde há muito ministrado na Faculdade de Medicina. Foram criadas as Faculdades de Filosofia e de Matemática e modernizou-se a Faculdade de Medicina. Em meados do século XIX, passadas as vicissitudes do início desse século, o ensino das ciências experimentais e das ciências médicas conheceu um novo impulso influenciado pelo intercâmbio com o exterior. As Faculdades de Matemática e Filosofia deram lugar à Faculdade de Ciências em 1911, pouco depois da implantação da República.

O desenvolvimento de todas as Faculdades da UC na área das ciências ao longo dos séculos permitiu reunir um valioso património científico que tem sido objecto de interesse por vários investigadores da história das ciências. Este património está na origem da criação do Museu de Ciência, que foi distinguido pelo Forum Europeu dos Museus com um prémio para o melhor museu de ciência e tecnologia do ano de 2008. A gestão do Museu será da responsabilidade da Fundação Museu da Ciência (reunindo a UC e a Câmara Municipal de Coimbra). As colecções científicas da UC, que têm sido usadas em várias exposições de prestígio mundial, foram objecto de avaliações extremamente positivas por especialistas estrangeiros de renome (em 1994, por Michel van Praet, Robert Halleux, Roger Miles e Samuel Taylor, em 2008 também por Steven Engelsman, Robert Bud e Christophe Dufour). A concretização da primeira fase do Museu da Ciência da UC e o início já em curso da segunda fase daquele Museu no Colégio de Jesus, com a abertura de concurso internacional para projectistas e a constituição de uma comissão científica, muito podem beneficiar e ser beneficiados pela consolidação e expansão da investigação em história da ciência, que este projecto pretende assegurar.

Para além da elaboração de uma síntese histórica com base na extensa bibliografia existente, o presente projecto multidisciplinar e interdisciplinar, que reúne investigadores de diversas Faculdades e centros da UC assim como de Faculdades e centros exteriores à UC, permitirá a continuação do estudo do rico acervo científico da UC, dando particular atenção ao antigo Colégio de Jesus. O edifício desse Colégio, profundamente adaptado a colégio universitário pela Reforma Pombalina, serviu, ao longo dos século XIX e XX, como pólo de ensino e desenvolvimento das ciências experimentais e das ciências da saúde (medicina e farmácia). Importa, ao mesmo tempo, que se planeia a sua requalificação e musealização conhecer melhor a ciência que se fez (ou, por qualquer motivo, não se fez) na UC e, dada a importância nacional e internacional do espólio da UC, abri-lo ainda mais aos investigadores do país e do mundo.

O Museu da Ciência da Universidade de Coimbra (UC), inaugurado na sua fase de prefiguração em 2006 após um processo de requalificação arquitectónica e patrimonial, aproveita um espaço de ciência do século XVIII como moderno espaço expositivo. A sua abertura no Laboratorio Chimico, num edifício que data da Reforma Pombalina, permitiu não só mostrar ao público um novo pólo de cultura científica, mas também preparar conteúdos e conhecimentos para a segunda fase do desenvolvimento do Museu, que contemplará na segunda fase uma intervenção de grande envergadura no antigo Colégio de Jesus, um dos mais antigos colégios da Companhia de Jesus no mundo, onde um vasto conjunto patrimonial em várias áreas da ciência (astronomia, física, química, geologia, biologia, medicina, farmácia, etc.) será objecto de requalificação.

Tal esforço, que se relaciona de perto com a preparação da candidatura da UC a Património Mundial da UNESCO, tem alimentado o interesse pela história da ciência na UC, uma história que se confunde nos tempos mais remotos com a história da ciência em Portugal. O presente projecto centra-se na investigação da história da ciência na UC desde a edificação daquele colégio jesuíta em 1547, no tempo de D. João III (portanto, ainda na época dos Descobrimentos Portugueses), até 1933, quando começa o Estado Novo. Procurará, com base nos estudos disponíveis, efectuar uma síntese assim como realizar trabalhos de digitalização de fontes documentais e de objectos e instrumentos científicos, que poderão servir de base a novas investigações.