a carregar...

UC.PT

Semana Cultural

Semana 5 | 26 de março a 8 de abril

Eventuais alterações da programação serão da inteira responsabilidade dos promotores das iniciativas.

27 TER | 2 SEG 4 QUA | 5 QUI | 6 SEX | 7 SÁB | 8 DOM

27 mar| TER

15h00 | Colégio da Graça

CASA DAS MEMÓRIAS

O Centro de Documentação 25 de Abril propõe-se realizar um encontro aberto ao público, subordinado ao tema «Casa das Memórias», , no qual se fará uma apresentação de três dos seus espólios mais importantes. Neste Encontro, ao longo de uma tarde, doadores e especialistas apresentarão e debaterão com os presentes alguns dos tesouros que a «Casa» que é o Centro integra e disponibiliza a investigadores, à comunidade académica, à cidade e ao país, aproveitando-se a oportunidade para divulgar partes de um acervo público ímpar que honra também a Universidade de Coimbra.

ORGANIZAÇÃO: Centro de Documentação 25 de Abril

16h00, 18h00 e 21h30 | TAGV

HYBRIDISM, DRAMATURGY OF SPACE AND GHOST ART

Curadoria de Patrícia Portela Celebrando o Dia Mundial do Teatro, propõe-se uma série de espetáculos criados pelos alunos do Programa Avançado de Criação em Artes Performativas do Forum Dança. 

ORGANIZAÇÃO: Forum Dança

2 abr | SEG

10h00 | Hospital Pediátrico

PEQUENA CASA DE LEMBRANÇAS

Pequena casa de lembranças é uma representação da memória de várias crianças por meio de objetos (roupas, calçados, brinquedos, desenhos, fotografias etc) que re-vestem uma pequena casa de brinquedo. Uma evocação às lembranças deixadas para trás por crianças que mudam para países diferentes, como acontece com muitos filhos(as) de pesquisadores em Coimbra. Uma criação multimedia de Wagner Merije. Até 15 de abril. 

ORGANIZAÇÃO: Wagner Rodrigues Araujo (Wagner Merije) e Aquarela Multimedia

4 abr | QUA

17h00 | Jardim Botânico da Universidade de Coimbra

CASA DOS NARCISOS | CULTURAS EXPERIMENTAIS (Arq. Paisagística)

A Casa dos Narcisos acolherá três artistas para que façam do Jardim Botânico a sua casa temporária e pensem as suas múltiplas dimensões como património, abrigo e extensão do corpo, e as suas relações ecológicas. O paisagista Jesus Moraime inaugura a Casa e apresenta uma instalação viva, preparando o campo de culturas experimentais para os artistas seguintes.

22h00 | TAGV

WHISPERINGS

Whisperings procura envolver o público numa névoa de recolhimento, numa experiência meditativa e intimista, pensada para usufruir e fruir o espaço de apresentação, representativo de três casas. A Igreja do Colégio da Trindade - a casa-património - um exemplo do património de Coimbra, - a casa-corpo - localizada no coração da cidade, e - a casa-mundo - um lugar de conhecimento e de aprendizagem. 

ORGANIZAÇÃO: Pensamento Voador - Associação para a promoção de ideias

5 abr | QUI

14h00 | Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra

COMO RESTAURAR UM HERBÁRIO HISTÓRICO DE PLANTAS MEDICINAIS 

Neste workshop pretendem ensinar-se as técnicas de restauro de exemplares de herbário. Os participantes irão também aprender os princípios básicos para realização da atualização dos nomes científicos. No final cada participante deverá ser capaz de restaurar convenientemente um exemplar de herbário. Cada participante receberá uma pasta com o certificado de participação.

ORGANIZAÇÃO: Célia Cabral; Rosa Gouveia; Teresa Martins (Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra)

00h00 | Alta de Coimbra, entre a Rua de S. Salvador e a Rua da Boavista. Duração aproximada 1h e 10 minutos

ALTA (S) HISTÓRIAS SOLTAS

Alta (s) histórias soltas é um projeto que associa a escrita, o som e os meios digitais móveis (telemóvel e tablettes). O objetivo é dar a conhecer as histórias de alguns moradores da Alta de Coimbra. Através de códigos QR colocados nas fachadas de algumas casas, o público poderá aceder gratuitamente às histórias em formato áudio.

ATÉ 28 DE ABRIL

ORGANIZAÇÃO: TARRAFO - Associação Cultural

6 abr| SEX

18h30 | Café-Teatro TAGV

CONSERVAR MEMÓRIAS instalação artística

Tendo, como referência que a arte também é uma casa para o artista, a confrontação com a nossa casa do passado já não habitada, marcada pelo imaginário infantil e por uma iconografia geracional coletiva, é definitivamente fazer da vida arte. Este formato, agora apresentado, o artista questiona o dispositivo expositivo da sua obra. É, o culminar de um percurso exploratório iniciado em 2009, que ao longo do tempo compreendeu: desenho, pintura, happening, performance, vídeo e escultura. Sendo a instalação, ela mesma, uma espécie de casa ou de habitação do mundo, um alojamento temporário para uma manifestação artística onde a obra é composta de elementos organizados num ambiente fechado, cujo objetivo é provocar uma relação com o espetador. Nesta instalação, a possibilidade de provocar sensações, como o frio, calor, odores, sons ou lembranças/memórias, será um dos vetores principais, aliada à reutilização de materiais. Até 28 de abril.

ORGANIZAÇÃO: António Azenha, Produção Teatro Gil Vicente

21h00 | República Ninho dos Matulões

OCUPAÇÕES. URBANISMO E LITERATURA

O projeto “Ocupações. Urbanismo e Literatura” é uma iniciativa da Secção de Escrita e Leitura da AAC (SESLA), em parceria com diversos coletivos da cidade, que visa discutir a apropriação material e imaterial do espaço urbano de Coimbra através de leituras de poesia, exposições artísticas e roda de debates.

ORGANIZAÇÃO: SESLA - Secção de Escrita e Leitura da AAC 

7 abr | SÁB

09h00 | Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra

IV JORNADAS UNIVERSITÁRIAS DE DIREITOS HUMANOS

As IV JUDH pretendem, por um lado, divulgar e partilhar os diversos trabalhos e investigações ligados à defesa e promoção dos Direitos Humanos realizados nos últimos anos de forma a desenvolver mais parcerias e colaborações e, por outro lado, fortalecer a componente humanista e social dos jovens, quer a nível da formação pessoal como da formação profissional.

ORGANIZAÇÃO: Secção de Defesa de Direitos Humanos da Associação Académica de Coimbra (SDDH/AAC)

14h30 | Departamento de Ciências da Vida

OH! A CASA DAS PLANTAS [THE HOUSE FOR PLANTS]

Visita guiada à maior colecção biológica portuguesa, o Herbário da Universidade de Coimbra e à exposição referente ao mobiliário que o tem alojado. Móveis de construção engenhosa, documentos variados e a selecção reduzida, mas cuidada, de itens botânicos – todos contam a história de 138 anos desta colecção que reúne hoje c. 800.000 exemplares.

ORGANIZAÇÃOFátima Sales, Teresa Gonçalves, Vitor Murtinho

16h30 | Casa da Esquina

VAMOS FALAR DE ESPAÇOS VERDES

exposição de fotografias, conversas, oficina

Num panorama de rápido crescimento populacional, as cidades tendem a tornar-se cada vez mais a casa de muita gente, exercendo uma forte pressão sobre a biodiversidade. Partindo de uma exposição de fotografias, surgem 3 espaços de conversa informal e 1 oficina didáctica sobre o papel dos espaços verdes urbanos na minimização do impacto da redução da biodiversidade nas cidades e nos benefícios que deles retiramos. Exposição de fotografias: 7 a 27 de Abril

ORGANIZAÇÃOCentro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, em parceria com o CIBIO/InBIO-UP, Casa da Esquina, COI-Herbário da Universidade de Coimbra, Coimbra em Transição, ECOSOC-CES

8 abr | DOM

10h00 | Coimbra

NÓS E A CIDADE

Pretende-se criar um périplo por sítios emblemáticos e históricos, que permitiram que Coimbra se tornasse referência mundial. Neste sentido, após recepção de inscrições será criado um grupo que percorrerá diferentes espaços cuja história será relatada por um Guia qualificado. Definição de um périplo, pretende ser um incentivo à caminhada e à atividade física. No final deste percurso será realizado um almoço-convívio entre todos|as participantes com lugar no Centro Cultural D. Dinis.

ORGANIZAÇÃO:  Saúde em Português