a carregar...

UC.PT

História

Marcos históricos, séculos XX e XXI

Num só século, há notícia das piores atrocidades e dos avanços tecnológicos mais rápidos da história conhecida do Homem.

Na Universidade de Coimbra doutorou-se o único Nobel da Medicina português e foi reitor o primeiro Presidente da República Portuguesa eleito.

No mesmo período em que se assistiu à democratização do ensino na Europa e em Portugal, a Universidade de Coimbra confirmou o seu grande prestígio, fruto não só de um passado único como também de uma tarefa laboriosa de adaptação constante a um mundo em mutação acelerada.

Atualmente, a Universidade constitui um verdadeiro ícone de Portugal, não só na Europa e nos países e territórios onde se fala Português, mas no mundo.

Principais marcos históricos (sécs. XX e XXI)

1910 (história de Portugal): Instauração do Regime Republicano em Portugal (Primeira República).

1911: “Estatutos Republicanos”. Extinção da Faculdade de Teologia, com a criação da Faculdade de Letras, a qual acolhe os lentes da primeira. Conjunção das antigas Faculdades de Matemática e de Filosofia Natural para dar lugar à Faculdade de Ciências.

1911 (história de Portugal): Decreto e promulgação da Constituição Política da República Portuguesa.

1911 (história de Portugal): Surgem as Universidades de Lisboa e do Porto.

1921: Fundação da Faculdade de Farmácia.

1926 (história de Portugal): Formação ilegal de Governo e início do regime ditatorial (Segunda República).

1933 (história de Portugal): Nova Constituição Política da República Portuguesa.

1948: Renovação da Alta Universitária de Coimbra: Inauguração do edifício do Arquivo da Universidade.

1951: Renovação da Alta Universitária de Coimbra: Inauguração do edifício da Faculdade de Letras e Observatório Astronómico.

1956: Renovação da Alta Universitária de Coimbra: Inauguração do edifício da Biblioteca Geral e Edifício da Faculdade de Medicina.

1961: Inauguração do complexo do Estádio Universitário, na margem esquerda do Mondego.

1969: Renovação da Alta Universitária de Coimbra: Inauguração do edifício destinado à Secção de Matemática. Crise académica de 1969.

1972: Transformação da Faculdade de Ciências na Faculdade de Ciências e Tecnologia.

1972: Criação da Faculdade de Economia.

1974 (história de Portugal): Revolução do 25 de abril, derrube do Estado Novo e instauração de regime democrático (Terceira República).

1974 (história de Portugal): Portugal reconhece a independência da Guiné-Bissau.

1975 (história de Portugal): Independência de Angola, Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

1975: Renovação da Alta Universitária de Coimbra: Inauguração do edifício dos Departamentos de Física e de Química.

1976 (história de Portugal): A Assembleia Constituinte aprovou e decretou a Constituição da República Portuguesa atualmente em vigor.

1980: Criação da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação.

1987: Transferência dos Hospitais da Universidade para as suas novas instalações, junto ao futuro Pólo das Ciências da Saúde.

1992: Início das obras conducentes à instalação do Pólo II da Universidade de Coimbra.

1997: Criação da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física.

2001: Primeiras obras no Pólo das Ciências da Saúde da Universidade de Coimbra, para onde se transferiram a Faculdade de Medicina e a Faculdade de Farmácia, bem como vários centros e unidades de investigação.

2008: Publicação dos novos Estatutos da Universidade de Coimbra.

2010: A Universidade de Coimbra entrega candidatura a Património Mundial da UNESCO.