a carregar...

UC.PT

História

Reitores dos séculos XIII a XVI

Desde a sua fundação e até ao final do século XVI, a Universidade de Coimbra consolidou a sua posição enquanto centro de formação de elites de um império onde o Sol nunca se punha.

Neste período (contado de 1288, ano da Súplica ao Papa Nicolau IV, até 1597), passaram pela universidade 64 reitores, entre os quais personalidades notáveis da política e da cultura portuguesas.

1288 – Frei André Ursinus, lente de Santos Padres (?)
1290 – Mestre Gerardo, lente de Teologia
? – Mestre Agostinho Belo, lente de Artes e depois de Teologia
1330 – Mestre Simão da Cruz, lente de Teologia
1367-68 – Gonçalo Miguéis, bacharel em Cânones
- Prior de S. Jorge, Bacharel em Cânones
1378-79 – D. Martinho Domingues, cónego de Évora
1384-86 – Lançarote Esteves
1387 – Lopo Martins, sacerdote
1388 – Vicente Afonso
1390 – Lançarote Esteves
1393 – Vasco Esteves, vigário de S. Tomé
1396 – Vasco de Freitas
? – Salvador Rodrigues, deão da Guarda
1398 – Vicente Afonso

1400 – Dr. João das Regras, doutorado pela Universidade de Bolonha.
1408 – Fr. João Vargas, lente de Teologia
1415 – Rodrigo Anes, prior de S. Pedro de Alenquer
1417 – D. Pedro Escacha
1418 – João Afonso, escolar de Leis (servindo por D. Pedro)
1429 – Vasco Gil, escolar em Cânones
1431 – Vasco Estêvão, vigário de S. Tomé
1435 – Vasco Gil
1440 – Pedro Esteves
1441 – Gonçalo Martins, escolar de Cânones
1442 – Gomes Afonso
1449 – João de Elvas, lente de Prima de Cânones
- Gonçalo Garcia de Elvas, lente de prima de Leis
1458 – João de Elvas, lente de prima de Cânones
- Bartolomeu Gomes – lente de prima de Leis
1487 – Fernão Lopes
1493 – Álvaro Martins, capelão da Rainha, bacharel em Leis
1494 – Rodrigo Caldeira, lente de prima de Cânones
1495 – Álvaro Martins
- Mestre João da Madalena
1499 – D. Francisco Mendes, Bispo de Fez, mestre de D. Manuel

1506 – Brás Afonso Correia
1511 – Diogo da Gama
1512 – Dr. João Alves de Elvas
1513 – D. João, Bispo de Safim
1518 – Rui Gonçalves, Marechote do Desembargo do Reino
1525 – Dr. Jorge Costa, do Desembargo do Rei e seu Corregedor
1526 – Dr. Cristóvão da Costa, do Desembargo do Rei
1527 – Dr. Fernando Álvares de Almeida, do Desembargo do Rei e seu Desembargador
1528 – O Bispo de Lamego não aceitou, continuou o reitor anterior
1529 – Francisco de Melo, do Conselho do Rei
1531 – Foi eleito Gonçalo Pires, porém serviu o anterior
1532 – Francisco de Melo
1533 – Álvaro Esteves, do Desembargo do Rei
1534 – Álvaro Esteves
1535-36 – Dr. Jorge Fernandes, do Desembargo do Rei
1536 – Dr. Pedro Nunes, do Desembargo do Rei e Chanceler, que serviu até a Universidade voltar para Coimbra
1537 – D. Garcia de Almeida, Reitor da transferência definitiva para Coimbra
1537-41 – D. Agostinho Ribeiro (O.S. João Evangelista), o primeiro reitor a pertencer a uma Ordem religiosa e o primeiro a exercer as funções de cancelário.
1541-43 – D. Frei Bernardo da Cruz (O.P.), o único dominicano a ascender ao cargo de reitor. Foi também o primeiro de vários reitores a estar ligado ao Tribunal do Santo Ofício e foi encarregado pelo Cardeal Infante D. Henrique de estabelecer a Inquisição em Coimbra.
1543-55 – Frei Diogo de Murça (O.S. Jerónimo), o primeiro a possuir o grau de Doutor (em Teologia); único da Ordem de S. Jerónimo.
1555-57 – Afonso do Prado, Castelhano; doutorado em Teologia pela Universidade de Alcalá. Foi o único docente a exercer o reitorado até à nomeação de D. André de Almada.
1557-60 – D. Manuel de Meneses, o primeiro reitor a frequentar a Universidade como aluno e foi o primeiro a ser nomeado por um período de três anos e a tomar posse a prestar juramento perante o Claustro Pleno. Neste reitorado começou uma grande questão entre a Universidade e os Jesuítas.
1560-63 – D. Jorge de Almeida. Quando foi reitor ainda não tinha os 30 anos necessários para ser provido no cargo; a rainha D. Catarina dispensou-o da falta de idade.
1563-64 – Martim Gonçalves da Câmara, padre jesuíta. Foi nomeado pela regente D. Catarina
1564-69 – D. Aires da Silva
1570-78 – D. Jerónimo de Meneses
1578-84 – D. Nuno de Noronha
1586-94 – D. Fernão Martins Mascarenhas
1594-97 – António de Mendonça. Foi neste reitorado que, em 16 de setembro de 1597, a Universidade de Coimbra comprou o Paço Real da Alcáçova pela quantia de 30.000 cruzados, na qual se compreendiam 15.000 cruzados emprestados à coroa em 1584.

Documento da compra do Paço Real da Alcáçova - 1597

Documento da compra do Paço Real da Alcáçova • 1597