Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Espólio Doutor Armando Cortesão

Não disponível

A correspondência do historiador da cartografia Doutor Armando Cortesão deu entrada na BGUC pela sua própria mão, em 28 de Abril e em 11 de Outubro de 1972. Trata-se, nas suas palavras, de um conjunto de cartas “de sábios e eruditos, principalmente historiadores da cartografia e/ou de náutica, sobretudo estrangeiros” que terá a maior relevância para os estudos da história da ciência. Esclarece muitas das pesquisas minuciosas de fontes cartográficas portuguesas feitas por Armando Cortesão em bibliotecas e em arquivos estrangeiros e, por exemplo, a história da publicação dos volumes dos “Portugaliae Monumenta Cartographica”, solicitados pelo regime em 1954 e publicados a partir de 1960.

A Universidade de Coimbra fez de Armando Cortesão seu Doutor “Honoris causa” e a Biblioteca Geral foi a editora de várias das suas publicações: das “Cartas de Londres 1941-1949”, dos dois volumes dos “Esparsos” e de “A Suma Oriental de Tomé Pires e o Livro de Francisco Rodrigues”.