Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Exposição bibliográfica comemorativa do centenário da Faculdade de Farmácia da UC (1921-2021)

15 novembro
.
.

No dia 18 de janeiro de 2021 comemorou-se o primeiro centenário da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra: isto é cem anos da passagem da Escola Superior de Farmácia a Faculdade de Farmácia. É o seu primeiro centenário enquanto Faculdade. Contudo, o ensino farmacêutico na Universidade de Coimbra tem uma história multissecular — mais de quatrocentos anos — sendo o mais antigo de Portugal e um dos mais antigos do mundo ligado a uma instituição universitária.

    Assim, no final do século XVI, ainda no reinado de D. Sebastião, fundou-se um curso de boticários na Universidade de Coimbra. Este curso foi remodelado através da reforma pombalina da Universidade (1772); os estatutos pombalinos inscreveram um curso de boticários lecionado dentro da Universidade de Coimbra contrariamente ao regime anterior, pois a aprendizagem era realizada numa botica aberta ao público. Em 1836, enquadrada nas reformas de ensino de Passos Manuel, foi fundada a Escola de Farmácia de Coimbra, tal como a de Lisboa e a do Porto. Em 1921, depois de um trajeto algo sinuoso, as Escolas deram lugar a Faculdades através de um diploma que foi comum às três instituições do país. O Decreto nº 7238 de 18 de janeiro, promulgado pelo então Presidente da República, António José de Almeida. Os regulamentos de cada uma das Faculdades foram estabelecidos através de diferentes decretos promulgados em 1921 e, no caso da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, do Decreto nº 7668.

A presente exposição pretende comemorar o primeiro centenário do estabelecimento da Faculdade, mostrando algumas publicações realizadas por professores e cientistas da instituição e de algumas instituições afins e que foram relevantes para o ensino da farmácia e das ciências farmacêuticas na Universidade de Coimbra. Contribui-se deste modo para dar a conhecer o labor da instituição e a importância do livro e das publicações farmacêuticas.

A exposição está estruturada, numa primeira parte, em função de diferentes áreas do saber farmacêutico; e, numa segunda parte, acha-se dividida em tipologia de publicações, como sejam dissertações e revistas.

João Rui Pita

Professor da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra

Sala do Catálogo | 15 de novembro a 15 de dezembro de 2021

Catálogo