Biblioteca Geral lança projeto que dá a conhecer livros censurados durante o Estado Novo

Reportagem de Karine Paniza/ Divisão de Comunicação da Universidade de Coimbra

28 novembro, 2023≈ 3 mins de leitura

Como podemos olhar os livros antes do 25 de abril de 1974? Essa é a pergunta que a exposição itinerante sobre livros e autores censurados durante o Estado Novo almeja responder.

Concebida pela Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, em conjunto com o Plano Nacional das Artes e da Rede de Bibliotecas Escolares da Região Centro, a exposição itinerante “Livros proibidos durante o Estado Novo” tem como objetivo “fazer uma circulação que aproximasse os leitores dos próprios livros e do próprio ponto de vista da censura”, explica o Diretor da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra (BGUC), Manuel Portela. Para isso foram criadas cinco pequenas caixas, concebidas pelo Atelier do Corvo, que podem ser vistas como pequenas estantes ou até mesmo pequenas “prisões de livros”, “como se estivessem a ser impedidas de ser consultadas”, acrescenta o diretor.

Cada um dos 30 livros, muitos deles provenientes da editora A Bela e o Monstro, está equipado com uma cinta que contém um QR Code, código que permite aos leitores terem acesso a uma “breve descrição do conteúdo de cada obra e também dos passos censurados e relatórios dos censores”, destaca Manuel Portela. Numa primeira fase as obras vão estar disponíveis para consulta nas bibliotecas escolares do concelho de Coimbra, mas há previsão de expandir o projeto a toda a Região Centro.

A seleção dos livros foi feita com base em fac-símiles, ou seja, reproduções idênticas das primeiras edições. “A biblioteca tem os livros originais, mas se fizéssemos uma exposição baseada apenas nas edições originais só conseguiríamos fazer uma exposição circular e era muito pouco”, sublinha o Diretor-adjunto da BGUC e curador do projeto, António E. Maia do Amaral. Desta forma, é possível fazer cinco exposições circularem em simultâneo.

A sessão de apresentação do projeto teve lugar a 27 de novembro na Sala de S. Pedro da BGUC. Estiveram presentes o Vice-Reitor da Universidade de Coimbra, Delfim Leão, o Diretor da BGUC, Manuel Portela, o Coordenador do Plano Nacional das Artes, Paulo Pires do Vale, a Coordenadora Nacional da Rede de Bibliotecas Escolares, Manuela Pargana Silva e o Diretor-adjunto da BGUC e curador da exposição, António E. Maia do Amaral.

“Livros proibidos durante o Estado Novo” integra as programações oficiais dos 50 Anos do 25 de Abril da Universidade de Coimbra e da Comissão Comemorativa 50 anos 25 de Abril

Página da Exposição

Este conteúdo é reproduzido a partir de uma fonte externa e não está disponível porque o seu navegador tem os cookies bloqueados.

Eis o que pode fazer:

Partilhe