Com a constituição da Comissão de Trabalhadores da Universidade de Coimbra, no processo eleitoral realizado a 7 de fevereiro de 2020, e a publicação dos seus Estatutos em Diário da República, a 27 de janeiro de 2021, concretizou-se um projeto iniciado há mais de dez anos, muito ambicionado pelos/as trabalhadores/as e muito importante para fortalecer e coadjuvar a UC no cumprimento da sua missão estratégica!

A Universidade de Coimbra, com mais de 730 anos - a mais antiga do país e uma das mais antigas do mundo -, conta com uma comunidade académica com mais de 28 mil pessoas - entre mais de 25 mil estudantes e mais de 3 mil trabalhadores/as -, distribuídas pelos corpos docente, técnico e investigador.

Reconhecendo a história e a dimensão da Universidade, a Comissão de Trabalhadores tem por objetivo a promoção e defesa do interesse coletivo e dos direitos individuais de todos/as os/as trabalhadores/as da Universidade, para que todos/as possam ter voz ativa, não apenas na vida profissional e na conciliação desta com a sua vida pessoal, mas também na gestão e na organização da nossa Instituição, no respeito pelos direitos e deveres de todos/as.

A Comissão de Trabalhadores deve cooperar com a governação e a gestão da Universidade, no intuito de obter soluções equilibradas para a organização e para as Pessoas que nela trabalham. Nesse sentido, é necessário assegurar que as decisões dos órgãos de governo e de gestão sobre situações que afetam a vida dos/as trabalhadores/as, no seu local de trabalho e fora dele, respeite um conjunto de valores e princípios éticos partilhados, com justiça e com transparência.

01 mar 2023 | Discurso na Cerimónia dos 733 anos da Universidade de Coimbra

01 mar 2022 | Discurso na Cerimónia dos 732 anos da Universidade de Coimbra

27 jan 2022 | Discurso na Tomada de Posse