Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Experiência STRATOSPOLCA lançada em balão da ESA para a estratosfera com sucesso

8 outubro
Fotografia
© DR

O projecto STRATOSPOLCA é uma experiência de polarimetria de raios gama projetada para voar a bordo de um balão de alta altitude da ESA. Foi submetida por alunos da Secção de Astronomia, Astrofísica e Astronáutica da Universidade de Coimbra (SAC) e selecionada pelo programa BEXUS/REXUS (Rocket/Balloon Experiments for University Students) da Agência Espacial Europeia (ESA). A experiência tem como "endorsing professor” o investigador Rui Curado Silva do LIP e Prof. do Departamento de Física (DF) da FCTUC, e foi apoiada por investigadores e técnicos do LIP e do DF da UC. Henrique Neves estudante do DF da UC, a realizar a tese de mestrado no LIP, é o líder da equipa de estudantes. A experiência STRATOSPOLCA teve ainda a colaboração de investigadores do INAF/OAS, Bolonha, da Universidade de Ferrara, Itália, do American River College, Sacramento, California, EUA, da Universidade da Beira Interior, da Universidade de Aveiro e da Universidade de Ferrara, do ICNAS e da empresa Active Space Technologies baseada em Coimbra.

A 29 de setembro, pelas 9:11 hora local decorreu com sucesso o lançamento da experiência STRATOSPOLCA da base de Esrange Space Center junto a Kiruna, no norte da Suécia, no Círculo Polar Ártico. Pelas 11:15 atingiu a altitude maxima de voo, a cerca de 27.7 km. O balão manteve-se em voo até às 13:00, quando foi voluntariamente forçado a aterrar. A aterragem do balão ocorreu já em território finlândês. As experiências que voaram na plataforma do balão foram todas recolhidas pelos técnicos da base de Esrange, entre as quais a experiência STRATOSPOLCA. Os dados recolhidos durante o voo pela experiência STRATOSPOLCA, cerca de 4 GB, foram guardados num cartâo de memória. Os dados serão agora analisados pelos alunos da equipa, sendo posteriormente apresentados em conferências internacionais da especialidade e em revistas internacionais da especialidade. As conclusões deste trabalho serão utilizadas para projetar e otimizar os futuros instrumentos científicos de telescópios espaciais para astrofísica de altas energias.

Fotografias da campanha de lançamento:

https://1drv.ms/u/s!AovTU0-Mz4xOhf4FZ79CGDDyCn4BvQ?e=4BeDZA

Vídeo do lançamento (ocorre às 2h 48 min e 15s de filme):

https://www.youtube.com/watch?v=TOgNJ78Czgw