Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

APRESENTAÇÃO



O Departamento de Ciências da Vida (DCV), celebra este ano o 10º aniversário. Criado em Junho de 2009, agrega o ensino e a investigação nas subáreas de Antropologia, Biologia Molecular e Celular, Bioquímica, Biotecnologia e Microbiologia. Pautado pela interdisciplinaridade compreende um leque variado de temáticas que vão desde o estudo de aspetos moleculares até às formas mais complexas de interação entre os seres vivos. Deste modo, oferece uma gama excecionalmente ampla de conhecimentos atuando tanto local como globalmente. Com um corpo docente altamente especializado, constituído por 68 doutorados, dos quais 9 foram contratados recentemente.

Leciona três licenciaturas, onze mestrados e três doutoramentos. O reconhecimento da excelência da formação pela Universidade de Coimbra manifesta-se, também, pelo elevado número de alunos estrangeiros que frequentam estes cursos.

No corrente ano letivo, o DCV confere formação a 742 alunos de 1º ciclo, 329 de 2º ciclo e a 123 de 3º ciclo e, através de programas de mobilidade, recebe cerca de 75 alunos em estudo ou estágios, oriundos de universidades da Alemanha, Austrália, Bangladesh, Bélgica, Brasil, Cabo Verde, Chile, Croácia, Equador, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos da América, França, Georgia, Guatemala, Holanda, Irão, Itália, Letónia, Líbano, Lituânia, Moçambique, Perú, Polónia, Roménia, São Tomé e Príncipe e Ucrânia.

Através das 10 unidades de investigação e de outras estruturas associadas possui uma rede nacional e internacional de colaborações e projetos. Em 2018, os docentes, investigadores e alunos do DCV foram autores, entre outras publicações, de 326 artigos científicos indexadas na Web of Knowledge. Anualmente são concluídas cerca de 100 dissertações de mestrado e 18 teses de doutoramento.

Com um investimento constante na atualização das salas de aulas, laboratórios e biblioteca, o DCV é uma unidade orgânica de vanguarda alicerçada num legado inestimável reunido desde a criação da História Natural pela reforma universitária de 1772. Estas características conferem-lhe um carácter único e inovador, em Portugal e no estrangeiro, em que as sub-áreas da antropologia e das ciências biológicas se encontram em diálogo, em que a interdisciplinaridade e a diversidade constituem o quotidiano.

.

MISSÃO



A missão do DCV é tripla: 1. Levar a cabo e promover a investigação científica inovadora e de excelência, quer em ciência fundamental quer aplicada.

2. Garantir as melhores condições, incluindo o ambiente intelectual e as capacidades educativos para que alunos de licenciatura e de pós-graduação aprendam Ciências da Vida.

3. Contribuir para o reforço da FCTUC como uma faculdade de relevância internacional e para o seu envolvimento com o sociedade.