Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Banner

ID
 

INFORMAÇÕES GERAIS

PLANO DO CURSO

DISSERTAÇÕES APRESENTADAS



DEFESAS DA ÉPOCA NORMAL




O Mestrado em Antropologia Social e Cultural do DCV pretende afirmar-se como um Mestrado de referência na área. Para tal, faz-se valer dos seus professores – um grupo pequeno, mas muito qualificado e experiente, e de colaborações externas, que poderão ser apreciadas ao longo dos semestres de que se compõe o curso, quer no plano das orientações de dissertação, quer em sessões de avaliação e certificação de trabalhos em progresso. A insistência em estratégias interdisciplinares de investigação, com valências fundamentalmente etnográficas e qualitativas, torna ainda mais significativo o contributo deste programa de mestrado no que diz respeito a uma possibilidade de renovação e de reinvenção da antropologia no presente. É convicção dos investigadores e professores envolvidos, que a antropologia social e cultural é um dos melhores sítios para se estar, se quisermos contribuir para um efetivo conhecimento crítico e reflexivo do mundo. De forma mais específica, poder-se-á dizer que o curso visa proporcionar todo um conjunto de módulos avançados sobre a condição contemporânea. Empiricamente, a lecionação e a investigação faz-se suportar em estudos de caso diversificados, com especial referência para áreas regionais como sejam as da Europa, África e China.


Nome do cursoMestrado em Antropologia Social e Cultural
Tipo2º ciclo
Classificação atribuída Mestre
Coordenador do curso

Coordenador: Prof. Doutor Luis Quintais (lfgsq@ci.uc.pt)

Vice-coordenador: Profª Doutora Sandra Xavier (sandrax@antrop.uc.pt)

Coordenador da mobilidadeProfª Doutora Manuela Alvarez (alvarez@antrop.uc.pt)
Objectivos

Proporcionar um curso de estudos avançados dedicado à análise de questões prementes no mundo contemporâneo – migrações, direitos humanos, movimentos de reivindicação de direitos indígenas, propriedade material, cultural e moral, práticas e representações identitárias, terra e ambiente – com base em casos etnográficos contemporâneos diversificados (Europa, África, América Latina e América do Norte).

Equipar profissionais que trabalham em agências de cooperação local ou internacional, de ensino, de direitos humanos, ou de acção cultural (associações, museus, autarquias, Organizações Não-Governamentais) com ferramentas analíticas e instrumentais de tomada de decisão, susceptíveis de identificar, prevenir e resolver problemas de conflitualidade decorrentes do confronto de diferentes experiências culturais.

Duração4 semestres
ECTS120:
i) 60 ECTS correspondente a um curso de especialização constituído por nove unidades curriculares semestrais (distribuídas por dois semestres lectivos);
ii) 60 ECTS correspondentes a um trabalho de dissertação original e especialmente realizado para este fim.
Numerus clausus25
Condições de ingresso Formação em Ciências Sociais ou áreas afins.
Mais informaçãoWebsite da UC