Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Edvan Trindade

Doutorando em Matemática na Universidade Federal da Bahia (Brasil), 2017

Edvan Trindade

- Onde fez o seu ensino secundário e porque escolheu estudar Matemática na UC?
Fiz o ensino médio no Colégio Estadual Alfredo Agostinho de Deus na cidade de Lauro de Freitas, Bahia, Brasil. Acho que posso dizer que foi a UC que me escolheu, pois eu nunca sonhei em sair do Brasil para estudar. Porém, a oportunidade surgiu e sabemos que a UC é uma universidade com muita história e com muito a oferecer. Eu não poderia deixar a oportunidade passar de jeito nenhum. De 2010 a 2012 fui aluno da UC ao abrigo do Programa de Licenciaturas Internacionais (PLI).

- Que memória guarda dos anos que estudou na UC?
Guardo na memória os muitos amigos que fiz (agora tenho amigos em todos os lugares do Brasil), os professores (que são excelentes profissionais) e o jeito como fomos recebidos na UC.

- Qual foi o seu percurso depois de estudar na UC? 
Voltei para o Brasil para dar continuidade aos meus estudos. Um ano depois terminei a graduação, e um ano e meio mais tarde terminei o mestrado. Agora estou no segundo ano do doutoramento trabalhando na minha tese. A minha área de pesquisa é Sistemas Dinâmicos e o que venho estudando é a propriedade de "Decaimento de Correlações para Fluxos Hiperbólicos Singulares". 

- Que importância teve para o seu percurso profissional a formação matemática que adquiriu no DMUC? 
Acredito que estudar na UC me abriu portas para que eu pudesse dar continuidade aos meus estudos. Aqui no Brasil, temos a possibilidade de fazer o mestrado e doutoramento com bolsa de estudos, mas para isso é preciso passar entre os primeiros colocados. Acredito que o acréscimo no meu currículo da formação que obtive no DMUC fez com que eu passasse em primeiro lugar na seleção do mestrado e em segundo na seleção do doutoramento. Com isso, a CAPES, órgão brasileiro que havia financiado meus estudos na UC, continuou financiando meus estudos de mestrado e, agora, de doutoramento. Sou muito grato a todos (CAPES, DMUC, professores, etc.), pois não chegaria aonde estou sem todo esse apoio que tive e que ainda tenho.