Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Presidência portuguesa do Conselho da União Europeia: que balanço?

24 junho
2021 PORTUGAL.EU
2021 PORTUGAL.EU
© 2021 PORTUGAL.EU

Presidência portuguesa do Conselho da União Europeia: que balanço?
24 de junho, 14h30 – 19h00
Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, Avenida Dias da Silva, 165, 3004-512 Coimbra

Sessão presencial (lotação limitada a 120 pessoas)
A sessão será transmitida em direto via Zoom (https://www.uc.pt/feuc/article?key=a-39c85b5f4b)


No âmbito das iniciativas previstas no Plano de Atividades para 2021, a Delegação Regional do Centro e Alentejo (DRCA) da Ordem dos Economistas, em parceria com a Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC), vai realizar a conferência Presidência portuguesa do Conselho da União Europeia: que balanço, no próximo dia 24 de junho, pelas 14:30h.

A sessão terá lugar no auditório da FEUC, sendo composta por dois painéis. No primeiro, a decorrer entre as 14:45h e as 16:30h, debatem-se os Impactos internos, na UE e em Portugal, com intervenções de Isabel Damasceno (Presidente da CCDRC), Paulo Ferreira (Comentador Rádio Observador/TVI) e Tiago Sequeira (Professor Catedrático da FEUC), sob moderação de António Rebelo de Sousa (Professor Universitário e membro da direção da DRCA), enquanto que no segundo, a realizar entre as 16:45h e as 18:30h, Manuel Porto (Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra), Pedro Marques (Deputado ao Parlamento Europeu) e Rui Henrique Alves (Conselheiro Técnico Principal da REPER, em Bruxelas) avaliam os Impactos da Presidência Portuguesa na afirmação externa da UE, com moderação de António Mendonça (Presidente da DRCA), a que se seguirá a sessão de encerramento com a presença de Álvaro Garrido, Diretor e Professor Catedrático da FEUC.

A presente conferência pretende promover um balanço, inédito até ao momento, da presidência semestral do Conselho da União Europeia assumida por Portugal sob o lema “Tempo de Agir - por uma recuperação verde, justa e digital”, tendo presente as recentes declarações do ex-presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, pelo qual “Sempre que Portugal esteve na presidência [do Conselho], a União Europeia fez progressos, umas vezes lentos, outras vezes rápidos”. Com base na perspetiva dos oradores convidados, esta discussão será generalizada ao conjunto dos participantes, assumindo particular atualidade e relevância, dado que a presidência portuguesa se desenvolveu num contexto fortemente condicionado pela gestão das crises económica, social e de saúde pública, geradas pela pandemia da Covid-19, o que representa um desafio acrescido porquanto poderia legitimar a ação dos Estados-membros de forma unilateral em áreas onde ainda não existe uma efetiva dimensão europeia.

Inscrição gratuita, mas obrigatória.

Programa

Serão respeitadas todas as regras e recomendações sanitárias em vigor, relacionadas com a Covid-19.