Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Candidaturas

Candidaturas 2021-2022

Prazos de candidatura:

- 1ª Fase: 1 de abril a 16 de julho de 2021

- 2ª Fase: 1 de setembro a 15 de novembro de 2021


Numerus clausus:

- 1ª Fase: 20 vagas

- 2ª Fase: 1 vaga + vagas sobrantes

Número mínimo de estudantes para funcionamento do curso: 8

Prazos de candidatura:

- 1ª Fase: 1 de abril a 16 de julho de 2021

- 2ª Fase: 1 de setembro a 15 de novembro de 2021


Condições de admissão dos candidatos:

Podem candidatar-se ao acesso ao Pós-Graduação em Economia Social - cooperativismo, mutualismo e solidariedade:

a) Titulares de Licenciatura ou equivalente legal;

b) Experiência Profissional muito relevante, em qualquer organização de economia social. Até 20% das vagas serão prioritariamente destinadas a estes candidatos.


Critérios de seriação dos candidatos:

- 1. Currículo Académico: Licenciatura, (Ponderação 5/10);

- 1.1. Média de licenciatura;

- 1.2. Instituição;

- 1.3. Mestrado;

- 1.4. Cursos de pós-graduações

- 2. Currículo Profissional: Avaliação de Mérito profissional, (Ponderação 4/10);- 2.1. Existência de experiência profissional.

- 2.2. Experiência profissional em entidades da economia social e tempo respetivo;- 2.3. Cargos de direção

- 3. Motivação/Perfil do/a candidato/a, (Ponderação 1/10).

Nota: As candidaturas avaliadas que tenham nota inferior a 9,5 valores num dos critérios de avaliação serão automaticamente não admitidas.


Documentação necessária:

- Carta de motivação, explicando as razões que levam o candidato a concorrer, caso seja relevantede acordo com os critérios estabelecidos pela unidade orgânica a que se candidata;

(OBRIGATÓRIO);

- Certidão da licenciatura com média final de conclusão (diploma). Caso a certidão não indique amédia de conclusão deve incluir a certidão comprovativa da aprovação nas unidades curriculares realizadas, com respetivas classificações (histórico escolar). (OBRIGATÓRIO exceto se se tratar de um curso lecionado na Universidade de Coimbra);;

- Certidão de outra formação pós-graduada, quando exista, incluindo carga horária e programas;- Certidão de outros cursos eventualmente realizados com programas e cargas horárias das unidades curriculares efetuadas com respetivas classificações (histórico escolar), caso pretenda creditações; (OBRIGATÓRIO, exceto se se tratar de um curso lecionado na Universidade de Coimbra no âmbito do Processo de Bolonha - após 2007/2008);;

- Curriculum vitae; (OBRIGATÓRIO);

- Fotocópia simples do documento de identificação (OBRIGATÓRIO apenas para candidatosestrangeiros).

Nota: Sempre que os documentos acima mencionados se encontrem numa língua estrangeira que não o espanhol, francês ou inglês, deve ser apresentada a tradução para português por tradutor reconhecido pela representação diplomática portuguesa.

A entrega dos documentos originais autenticados é exigida aos candidatos colocados que realizam a matrícula e inscrição e deve ser efetuada até ao dia 31 de dezembro para completar o processo individual do estudante. Mais informação em: https://www.uc.pt/academicos/inscricoes/PIAs.

Montante de propina / Preço: - 500 € (valor anual)

Inscrição a tempo parcial: Não admite.

Avaliador(es):

- Margarida Rosa Silva Baila Madeira Antunes

- Teresa Carla Trigo de Oliveira.

Outras informações:

- A candidatura está sujeita ao pagamento do emolumento no valor de 50€, não havendo lugar areembolso, incluindo nas situações de invalidação de candidatura, de não colocação.

- Apresentação da candidatura: Online no site: https://inforestudante.uc.pt/nonio/security/candidaturas.do.

- Os candidatos que não possuam comprovativo das qualificações exigidas, ou outros documentos,até ao final do prazo de candidatura, podem apresentar a sua candidatura condicionalmente. Caso não reúnam os documentos até à data que lhes for indicada, podem transitar a candidatura para a fase seguinte sem custos adicionais. Caso optem por não transitar a candidatura dentro do prazo referido, a mesma passará ao estado de não admitida com a disponibilização da lista definitiva. - Numa candidatura validada definitivamente, e depois de iniciado o período de avaliação, não é possível juntar ou substituir os documentos apresentados. Para adicionar nova documentação, deverá ser apresentada nova candidatura na fase seguinte, caso exista.

- Após a última fase de candidatura, se continuarem a existir vagas, os candidatos podem propor asua candidatura, via requerimento, fora de prazo, que será devidamente apreciado pela coordenação de curso/UO.

- Mais informações sobre outros assuntos académicos, incluindo calendário escolarem:https://www.uc.pt/academicos.

- Contactos: E-mail:http://www.uc.pt/academicos/e-mail; Telefone: 239 247 195; Presencialmente:

num centro de atendimento do Serviço de Gestão Académica da Universidade de Coimbra. Os horários podem ser consultados em: https://www.uc.pt/academicos/contactos.