Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

CFP: Revista de Estudos Literários, Vol. 13 (2023)

Centro de Literatura Portuguesa.
8 julho

REVISTA DE ESTUDOS LITERÁRIOS, VOL. 13 (2023)

CHAMADA DE ARTIGOS

Tema: REESCRITA E MEMÓRIA: DIÁLOGOS, CRUZAMENTOS E SOBREPOSIÇÕES

Coordenação: Marta Teixeira Anacleto (Universidade de Coimbra); Rita Bueno Maia (Universidade Católica Portuguesa)

A Revista de Estudos Literários é uma publicação anual da Imprensa da Universidade de Coimbra e do Centro de Literatura Portuguesa (CLP), unidade de investigação financiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). Incidindo sobretudo nos domínios da crítica e da teoria literárias, integrará, em cada número, uma secção temática e procurará acompanhar o movimento editorial consagrado ao ensaísmo literário em Português.


Cronograma:

Publicação: outubro de 2023

Data de chamada para artigos: 8 de julho de 2022

Entrega de resumos para apreciação: 31 de outubro de 2022

Resposta de aceitação de resumos: 30 de novembro de 2022

Prazo de entrega de artigos para arbitragem: 28 de fevereiro de 2023

Comunicação do resultado da arbitragem: 24 de abril de 2023

Entrega de artigos revistos de acordo com as arbitragens: 31 de maio de 2023


Reescrita e memória são duas categorias teóricas que, pela sua plasticidade e abrangência, têm sido recuperadas, de forma transversal, em trabalhos recentes associados aos Estudos de Literatura e Cultura, aos Estudos de Tradução, nomeadamente em reflexões que têm vindo a ser desenvolvidas no âmbito do binómio História Literária e Tradução. Nestes domínios, contam-se estudos de memórias em/de trânsito, reescrita e testemunho na era da publicação efémera e virtual, reescritas ideologicamente empenhadas de figuras do subalterno, direito à memória e direito ao esquecimento, transgressões e apropriações da memória, a escrita de memórias como autotradução, entre tantos outros. Apesar das inúmeras possibilidades que os conceitos de reescrita e memória abrem e têm aberto aos Estudos Literários, certos preconceitos que persistiram até tempos recentes empurraram para a margem objetos de estudo como textos traduzidos e memórias, com a justificação da falta de originalidade e invenção destas (re)escritas. Neste contexto, e atendendo à crescente importância que os dois conceitos têm vindo a assumir (num sentido mais literal ou numa dimensão mais metafórica), afigura-se de óbvia pertinência uma publicação que se proponha explorar os diálogos, cruzamentos e sobreposições entre fenómenos de reescrita e memória. O número 13 da Revista de Estudos Literários pretende reunir trabalhos de reflexão teórica e/ou de estudos de caso que discutam os conceitos de reescrita (sentido amplo do conceito de “tradução”) e o de memória (incluindo memória cultural e memória social). A aproximação dos conceitos permite ter em conta textos em tradução, adaptações, auto-traduções, pseudo-traduções; permite igualmente avaliar contextos culturais de "pré-tradução/reescrita" e "pós-tradução/reescrita”, circunstâncias sociais, políticas, linguísticas, literárias, artísticas em que a reescrita ocorre, interferência criativa da reescrita num percurso autoral, genológico, estético; transgressões da reescrita e crise da memória.

Possíveis diálogos, cruzamentos e sobreposições incluem:

● Poética da reescrita e memória literária

● Reescrita e género literário

● Política da reescrita e memória cultural

● Reescrita e conflito

● (Pseudo-)tradução e memória

● Autobiografia como tradução

● Pseudoautobiografia

● Memórias de tradutores

● Tradução nas memórias


Propostas de artigo:

Uma proposta detalhada (c. 500-1000 palavras), acompanhada de uma bibliografia, deverá ser enviada por correio eletrónico, em simultâneo, para <marta@fl.uc.pt> (Marta Teixeira Anacleto) e <rbuenomaia@ucp.pt> (Rita Bueno Maia).

Todas as propostas serão selecionadas de acordo com a política editorial da revista. A seleção de uma proposta não garante a publicação do artigo final. São aceites artigos escritos nas línguas seguintes: Português, Francês e Inglês.