a carregar...

CLP

Centro de Literatura Portuguesa

Atividades 2015

12 de janeiro

Cartaz- Do Real Gabinete Português de Leitura

Gilda Santos: «Do Real Gabinete Português de Leitura. Memórias e Perspectivas»


Realizou-se no dia 12 de janeiro, às 14.30h, na sala Visconde da Trinidade (Edifício da Biblioteca Geral) da Universidade de Coimbra, uma palestra intitulada «Do Real Gabinete Português de Leitura. Memórias e Perspectivas», que foi proferida por Gilda Santos, Vice-Presidente do Real Gabinete Português de Leitura.


Voltar ao Topo
13 de janeiro 
Cartaz - Vanderléia da Silva Oliveira

Vanderléia da Silva Oliveira: «A figuração da violência na narrativa brasileira contemporânea»


Realizou-se no dia 13 de janeiro, às 14.30h, na sala do ILLP (sala 705) da FLUC da Universidade de Coimbra, uma palestra intitulada «A figuração da violência na narrativa brasileira contemporânea», que será proferida pela Professora Vanderléia da Silva Oliveira, da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP).


Voltar ao Topo
22 de janeiro 
Cartaz - Duas novas publicações

Duas novas publicações


No dia 22 de janeiro de 2015 (quinta-feira), na Sala do ILLP (7º piso, FLUC), tiveram lugar as seguintes iniciativas do Programa de Doutoramento FCT em Materialidades da Literatura e do Centro de Literatura Portuguesa:

- às 17h00, apresentação do dossiê «Materialidades da Literatura» da Colóquio Letras Nº 188 (Jan/Abril 2015), pp. 9-77, por Osvaldo Manuel Silvestre, seguida de intervenções pelos autores dos artigos (Osvaldo Manuel Silvestre, Paulo Silva Pereira, Manuel Portela, António Rito Silva, Ricardo Namora e Sónia Deus Ferreira).

- às 18h00, apresentação do livro Teoria da Literatura e Interpretação: O Século XX em 3 Argumentos (Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2014), de Ricardo Namora, por Osvaldo Manuel Silvestre.


Voltar ao Topo
20 de fevereiro 
Cartaz - Revista Atalntida - Professora Lucia Maria Paschoal Guimarães

Para além de uma revista literária. A propósito do centenário da Atlantida (1915-1920)


Realizou-se no dia 20 de fevereiro, às 14.30h, na sala do ILLP (sala 705) da FLUC da Universidade de Coimbra, uma palestra intitulada «Para além de uma revista literária. A propósito do centenário da Atlantida (1915-1920)», proferida por Lucia Maria Paschoal Guimarães, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).


Voltar ao Topo
10 de março 
Cartaz - «Materialidades da Literatura e Livros de Artista»

Simpósio «Materialidades da Literatura e Livros de Artista»


No dia 10 de março, terça-feira, realizou-se na Sala do ILLP (FLUC, 7º piso), entre as 14h00 e as 18h00, o simpósio «Materialidades da Literatura e Livros de Artista», uma organização do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura da Universidade de Coimbra (Programa de Doutoramento FCT) em colaboração com o Centro de Pesquisas William Blake da Universidade Federal de Santa Maria. Partindo da noção e da forma do livro impresso iluminado na obra de William Blake, o simpósio propõe uma reflexão sobre o livro digital iluminado, procurando demonstrar a relevância do livro de artista para a investigação da dimensão material dos processos literários.


Voltar ao Topo
7 de abril 
Capa - Revista de Estudos Literários 4

Publicação do Volume 4 da Revista de Estudos Literários


Acaba de ser publicado o quarto número da Revista de Estudos Literários, dedicado ao tema "Personagem e Figuração". Este volume foi organizado por Carlos Reis e Marisa das Neves Henriques.

«O presente número da Revista de Estudos Literários do Centro de Literatura Portuguesa procede agora à publicação, em formato convencional, daquelas intervenções que mais diretamente correspondem ao espírito do projeto “Figuras da Ficção”. Com uma exceção, nele participaram já ou continuam a participar os autores dos textos que adiante podemos ler, distribuídos por três secções, a saber:

Em “Teoria, figuração, interpretação” encontram-se três das conferências apresentadas no colóquio “Figuras da Ficção 4”, tratando de questões de teoria, de análise interdisciplinar e transnarrativa, bem como de exegese renovada, à luz da problemática da figuração.

Em “Figuração literária: estudos de personagem” a questão da figuração (uma questão que é axial, tendo em vista as bases e os objetivos do projeto) orienta-se para a análise de casos específicos (em Garrett, em Eça de Queirós, em Lídia Jorge, em Lobo Antunes, em Mia Couto, no romance barroco, em Dulce Maria Cardoso, etc.).

Em “Figurações transmediáticas” são inseridos aqueles textos que, confirmando o potencial de diversificação dos estudos narrativos e dos estudos de personagem, abordam narrativas do chamado universo mediático, em que a figuração e a figura ficcional conhecem também um destaque apreciável: no discurso de imprensa, na banda desenhada, no cinema e no relato televisivo.

Para além das habituais resenhas críticas, este número 4 da Revista de Estudos Literários inclui uma secção, também habitual, de arquivo. Tal como em números anteriores, trata-se aqui de relembrar textos com significado (digamos) histórico para os estudos literários. Neste caso, recolhemos um conjunto de textos de Júlio Dinis, escritos em circunstâncias singulares (o escritor encontrava-se na ilha da Madeira, tentando debelar a enfermidade de que viria a morrer, muito jovem ainda). Não é só a personagem, tema central deste número, que está em equação no arquivo que adiante se encontra; o autor d’As Pupilas do Senhor Reitor alarga-se a considerações que dizem respeito a outros aspetos da escrita do romance, dando testemunho de uma argúcia e de uma capacidade de enunciação doutrinária que talvez sejam desconhecidas de quantos rapidamente catalogam Júlio Dinis como escritor “fácil”.»

Carlos Reis


Voltar ao Topo
15 de abril 
Cartaz - Aspectos da poesia brasileira moderna e contemporânea

Aspectos da Poesia Brasileira Moderna e Contemporânea


Realizou-se no dia 15 de abril, quarta-feira, pelas 16h, na Biblioteca de Estudos Brasileiros da FLUC da Universidade de Coimbra, uma sessão sobre aspectos da poesia brasileira moderna e contemporânea com duas palestras "Cesário Verde e João Cabral: uma influência reforçativa", pela professora Solange Fiuza Yokozawa, da Universidade Federal de Goiás e "Rastos de Orfeu na poesia brasileira moderno-contemporânea", pelo professor Antônio Donizeti Pires, da UNESP/Araraquara.


Voltar ao Topo
24 de abril 
Cartaz - A adptação de clássicos no ensino da literatura

A adaptação de clássicos no ensino da literatura


Realizou-se no dia 24 de abril, sexta-feira, pelas 14h, na Sala do ILLP (7º piso) da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, uma palestra intitulada "A adaptação de clássicos no ensino da literatura", proferida pelo Professor Rui Mateus, investigador do Centro de Literatura Portuguesa.


Voltar ao Topo
5 de maio 
Cartaz - Thomas Earle Um Auto de Gil Vicente

Thomas Earle: «Pais e filhas n' Um Auto de Gil Vicente de Almeida Garrett»


Realizou-se no dia 5 de maio, terça feira, pelas 16.30h, na sala do ILLP uma conferência intitulada "Pais e filhas n' Um Auto de Gil Vicente de Almeida Garrett", proferida pelo Professor Thomas Earle da Universidade de Oxford.


Voltar ao Topo
14 e 15 de maio

Cartaz - Estudos Literários Digitais 2015


International Conference «Digital Literary Studies»


‘Digital Literary Studies’ is an international conference exploring methods, tools, objects and digital practices in the field of literary studies. The digitization of artifacts and literary practices, the adoption of computational methods for aggregating, editing and analyzing texts as well as the development of collaborative forms of research and teaching through networking and communication platforms are three dimensions of the ongoing relocation of literature and literary studies in the digital medium. The aim of this two-day conference is to contribute to the mapping of material practices and interpretative processes of literary studies in a changing media ecology. The conference, hosted by the School of Arts and Humanities and the Centre for Portuguese Literature at the University of Coimbra, is organized by the PhD Programme in Materialities of Literature and the LdoD Archive.

The conference programme includes five plenary lectures, eighteen paper sessions (A-R), and an exhibition of electronic literature (“Language and the Interface”). Sessions have been organized into five strands: writing (1-4), analysis (1-6), modelling (1-3), philology (1-2), and teaching (1-3).


Voltar ao Topo
14 e 15 de maio 
Cartaz - Language and the Interface 2015

International Exhibition «Language and the Interface»


When considered as a simulating machine, the computer blurs the distinction among media or forms of representation. Sounds, images, films, animations and verbal language can now share the same inscriptional surface. Literary experience is impacted by this shift in media ecology. The concept of language itself can refer to spoken and written language, but also to other semiotic systems. Within the computer environment, the linguistic, visual, aural and kinetic forms are themselves made up of layered executable languages of computer codes. The computer can be described as a semiotic machine and processor of languages. It is through the conventions and structures of the graphical user interface that our interaction with digital objects is mediated. What is displayed on the screen is the result of multiple-order representations (or translations) that allow the inscription, processing, and presentation of data.

William S. Burroughs once wrote that “Language is a virus from outer space”. In electronic literature, the computer brings the concept of estrangement to a whole new level by rooting literary experience in an intersection between human and machine languages, and by using processing speed, data storage and programming to suggest further ways to validate or delay the production of meaning. The works presented here take creative, ludic, critical and experimental approaches to the interplay between language and interface. Choosing paths, touching words, generating new threads of meaning or jumping off a cliff are activities that the reader might be asked to perform.

The aim of the ‘Language and the Interface’ exhibit is twofold: on the one hand, to show different modes of processing and displaying language in networked programmable media; on the other hand, to call attention to the interface as both a constraining and enabling reading device. What happens when an understanding of literature as patterned verbal and written language is explored in conjunction with the metamedial affordances of the computer environment? What is the role of the interface in situating and constituting readers as subjects of digital literary works? How are the processing of language and the language of processing interfaced by the display?

This exhibit is part of the international conference “Digital Literary Studies” hosted by the School of Arts and Humanities at the University of Coimbra, May 14-15, 2015. Please feel free to join us and give it a try.

Daniela Côrtes Maduro
Ana Marques da Silva
Diogo Marques


Voltar ao Topo
19 de maio 
Cartaz - Jornadas Modernistas

Centenário da Publicação da revista «Orpheu»


Realizaram-se no dia 19 de maio, terça feira, pelas 14h, no Anfiteatro IV da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, as jornadas comemorativas do centenário da publicação da revista Orpheu.

Programa

14 Horas
Carlos Reis, “A cidade do desassossego: trajetos e figurações”.
Apresentação de Maria Helena Santana

15 Horas
Debate: “O extinto e inextinguível Orpheu”.
Participação de António Apolinário Lourenço e Osvaldo Silvestre
Moderação de Mariana Oliveira

16 Horas
Apresentação do projeto “Nenhum problema tem solução. O arquivo digital do Livro do Desassossego”.
Participação de Manuel Portela e Diego Giménez
Moderação de Osvaldo Silvestre

17 Horas
José Vieira, “Álvaro de Campos e a Modernidade Líquida”.
Rita Catania Marrone, “Fernando Pessoa e a alquimia como ciência do espírito”
Moderação de Ana Paula Arnaut

18 Horas
“Lourenço em Pessoa”. Encontro com o ensaísta Eduardo Lourenço
Participação de José Augusto Cardoso Bernardes
Moderação de António Apolinário Lourenço


Voltar ao Topo
21 de maio 
Cartaz - Português língua pluricêntrica do século XXI

Português língua pluricêntrica do século XXI


Realizou-se nos dias 21 e 22 de maio, no Anfiteatro IV da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, um Colóquio intitulado «Português língua pluricêntrica do século XXI». Atividade organizada pelo CELGA-ILTEC, em colaboração com o Instituto Internacional da Língua Portuguesa e o CLP.


Voltar ao Topo
28 de maio 
Cartaz - Antes de um Manual de Pintura e Caligrafia - uma poética modernista por Almada Negreiros

«Antes de um Manual de Pintura e Caligrafia - uma poética modernista por Almada Negreiros»

Realizou-se no dia 28 de maio, pelas 17 horas, na sala do ILLP (7º piso da FLUC), o lançamento do livro Antes de um Manual de Pintura e Caligrafia: uma poética modernista por Almada Negreiros, da autoria de Marisa das Neves Henriques. A obra foi apresentada pelo Professor Carlos Reis.


Voltar ao Topo
11 e 12 de junho 
Cartaz - «Roland Barthes: Intériorisé ou L'Avenir de la Littérature»

Colóquio Internacional «Roland Barthes: Intériorisé ou L'Avenir de la Littérature»


Realizou-se nos dias 11 e 12 de junho, na embaixada de França em Portugal, o Colóquio Internacional «Roland Barthes: Intériorisé ou L'Avenir de la Littérature», com a participação Antoine Compagnon (Collège de France), Carlos Reis (Universidade de Coimbra), Claude Coste (Unicersité Stendhal) e Vincent Jouve (Université de Reims).


Voltar ao Topo
15 de julho 
Capa - Pessoas de Livro

Apresentação da obra «Pessoas de Livro: Estudos sobre a Personagem»


Carlos Reis, Pessoas de Livro: Estudos sobre a Personagem (Coimbra: Universidade de Coimbra, 2015). Apresentação por Frederico Lourenço, 15 de julho de 2015, 17h30.

O livro de ensaios que agora se publica reúne um conjunto de textos diretamente relacionados com o projeto de investigação “Figuras da Ficção” que, nos últimos anos, tenho coordenado no Centro de Literatura Portuguesa (CLP) da Faculdade de Letras de Coimbra. Como unidade de investigação financiada e regularmente avaliada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, o CLP integra um conjunto de investigadores envolvidos em diversos projetos de pesquisa, incluindo aquele que foi mencionado.

No caso de “Figuras da Ficção”, cerca de vinte investigadores têm participado regularmente nas atividades do projeto, juntando-se a estes outros mais que, por se encontrarem foram de Portugal (em particular no Brasil), só episodicamente podem facultar a sua colaboração ao que regularmente vamos fazendo: colóquios, workshops, conferências, etc. No final do seu percurso, o projeto “Figuras da Ficção” pretende chegar a um Dicionário de Personagens da Ficção Portuguesa, obra já em curso de preparação e que contará com uma edição eletrónica e com uma edição em livro. (…)

Centrando-se na personagem, nos seus modos de existência ficcional e paraficcional, nas suas figurações e nos seus avatares, o projeto “Figuras da Ficção” e, decorrentemente, este livro tratam de revalorizar a fundamental categoria narrativa que aqui está em equação.

Carlos Reis


Voltar ao Topo
8-9 de outubro

Logo_Humanidades Digitais em Portugal

Congresso Internacional «Humanidades Digitais em Portugal: Construir Pontes e Quebrar Barreiras na Era Digital»

O Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura (Programa de Doutoramento FCT) e o Centro de Literatura Portuguesa da Universidade de Coimbra participaram na organização do 1º Congresso de Humanidades Digitais em Portugal. Foram também coorganizadores os seguintes centros de investigação: IHC – Instituto de História Contemporânea, Universidade Nova de Lisboa; Centro de Linguística da Universidade de Lisboa; e CIDEHUS-UE – Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora.

Este congresso reuniu especialistas de diversos campos disciplinares (história, estudos linguísticos, estudos literários, ciências da informação, etc.) cujos projetos de investigação exploram recursos e metodologias digitais na produção de conhecimento nas Humanidades. Sob o lema geral “Construir pontes e quebrar barreiras na era digital”, o seu objetivo principal é proporcionar um maior conhecimento das atuais práticas de computação para as Humanidades em Portugal, aproximando investigadores de áreas disciplinares distintas. O Congresso HDPT (Programa) decorreu a 8 e 9 de outubro de 2015 na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. As comunicações organizaram-se em seis blocos temáticos:

Espaço: Exploração de dados georeferenciados nas Humanidades

Corpora: Recolha, anotação e pesquisa de grandes volumes de informação textual

Mundos virtuais: Recriação e exploração de ambientes humanos presentes e passados

Edição e preservação digital: Edições críticas eletrónicas e preservação do património

Visualização: Construção de interpretações visuais de dados nas Humanidades

Ferramentas: Apresentação e discussão de software aplicado às Humanidades


Voltar ao Topo
12 de outubro 
Cartaz_Maria Clara Paixao de Sousa

Maria Clara Paixão de Sousa: «As Humanidades Digitais Globais?»


Maria Clara Paixão de Sousa (Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas, Grupo de Pesquisa Humanidades Digitais na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas na Universidade de São Paulo) lecionou o seminário «As Humanidades Digitais Globais?».

O seminário realizou-se na Sala Ferreira Lima (6º piso, FLUC), no dia 12 de outubro às 14h30.


Voltar ao Topo
28 de outubro 
Capa_MATLIT 3.1

Publicação do Volume 3.1 da revista MATLIT «Artes, Média e Cultura Digital»

Foi publicado a 28 de outubro de 2015 o Volume 3.1 (2015) da MATLIT: Revista do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura. Este número é dedicado ao tema ‘Artes, Média e Cultura Digital’ e foi organizado por Paulo Silva Pereira e Pedro Serra.

São publicados artigos de Pedro Serra, Artur Matuck, Guilherme Kujawski, Sandra Bettencourt, Diogo Marques, Miguel Said Vieira, Paulo Silva Pereira, Marina Larrosa e Thiago Mattos de Oliveira. Manaíra Aires Athayde e Paulo Silva Pereira entrevistam Eduardo Kac, e a secção Mediarama contém ensaios breves e depoimentos de artista de Leonel Moura, Catarina Carneiro de Sousa, Débora Aita Gasparetto, E.M. de Melo e Castro, Silvestre Pestana e Emanuel Dimas Pimenta. São publicadas ainda oito recensões críticas a novos livros.

Todos os textos se encontram disponíveis em formato html e pdf. A revista adota uma política de acesso integral livre, podendo todos os textos ser lidos em linha ou transferidos para uso pessoal. O acesso pode ser feito a partir do índice geral.


Voltar ao Topo
19 de novembro 
Carta_Joshua Alma Enslen

Joshua Alma Enslen: "João Cabral de Melo Neto e o Arquivo Histórico do Itamaraty"


Joshua Alma Enslen (Academia Militar dos EUA em West Point) proferiu a conferência "João Cabral de Melo Neto e o Arquivo Histórico do Itamaraty". Organização do Programa de Doutoramento FCT em Materialidades da Literatura e do Instituto de Estudos Brasileiros.

A conferência teve lugar a 19 de novembro, às 11h00, na Sala do Instituto de Estudos Brasileiros (5º piso, FLUC).


Voltar ao Topo
27 de novembro 
Cartaz_Vox Media_01

Colóquio "Vox Media: O Som na Literatura"


O 1º Colóquio "Vox Media: O Som na Literatura" visa apresentar publicamente o trabalho realizado, no Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura, numa área de pesquisa unificada pelo estudo das materialidades sonoras da comunicação na literatura e no diálogo desta com áreas limítrofes (performance, tecnologias de gravação e reprodução, intermedialidade, remediação, etc.). Trata-se de um colóquio vinculado ao projeto de investigação homónimo: «Vox Media: O Som na Literatura».  

27 de Novembro de 2015 — Instituto de Estudos Brasileiros, Fluc

Sítio web do projeto: http://www.voxmedia.uc.pt/


Voltar ao Topo
2 a 4 de dezembro

725 uc


Congresso Internacional «Língua Portuguesa: uma Língua de Futuro»


No âmbito dos 725 anos da sua fundação, a Universidade de Coimbra organiza um Congresso Internacional que encerra as comemorações, cujo propósito central é refletir sobre a língua portuguesa como idioma do futuro, em vários aspetos que essa visão prospetiva envolve.

A Universidade de Coimbra encara a língua portuguesa como uma das suas prioridades estratégicas e sublinha-o de novo com este congresso. Sendo uma instituição universitária de referência, no universo pluricontinental do nosso idioma, a Universidade de Coimbra entende que a língua portuguesa constitui um ativo cultural, político, educacional e simbólico, de cuja valorização e conhecimento depende o lugar que ocupa, num mundo em que compartilha essa presença com outras grandes línguas de cultura.

A situação da língua portuguesa no século XXI convida a uma reflexão multidisciplinar que ajude a responder aos desafios que ela enfrenta. Estão em causa não apenas o trajeto histórico da língua portuguesa, mas sobretudo as exigências determinadas por transformações socioculturais, por mutações científicas e tecnológicas e por contextos político-linguísticos diversos dos que herdámos do passado. Para além disso, a língua portuguesa constitui um dinâmico instrumento de comunicação e de representação de práticas culturais e de saberes vários, incluindo-se neles o chamado conhecimento científico, com os efeitos cognitivos, educativos e culturais que daí se deduzem.

Facebook: https://www.facebook.com/Congresso-Internacional-L%C3%ADngua-Portuguesa-uma-L%C3%ADngua-de-Futuro-1029390800429098/
O Congresso decorreu no Convento de S. Francisco, em Coimbra, de 2 a 4 de dezembro de 2015.


Voltar ao Topo
14 de dezembro 
Capa_Fragmentos Romanescos

Lançamento de "Fragmentos Romanescos" de Almeida Garrett

O Centro de Literatura Portuguesa e a Imprensa Nacional-Casa da Moeda têm o prazer de anunciar o lançamento da edição crítica de Fragmentos Romanescos, de Almeida Garrett, preparada por Ofélia Paiva Monteiro e por Maria Helena Santana.

A sessão de lançamento decorreu no dia 14 de dezembro, na Sala Ferreira Lima, pelas 17 horas. Carlos Reis fez a apresentação da obra.


Voltar ao Topo
17 de dezembro 
Convite_Historia Critica VIII

Lançamento do vol. VIII de "História Crítica da Literatura Portuguesa"

O lançamento do oitavo volume de História Crítica da Literatura Portuguesa, dedicado ao Modernismo (org. por Carlos Reis e António Apolinário Lourenço), teve lugar no dia 17 de dezembro, pelas 17h30, no Anfiteatro IV da FLUC. A apresentação esteve a cargo do Prof. Doutor Antonio Sáez Delgado


Voltar ao Topo